mylla karvalho, ex-vocalista da banda de tecno-melody Cia do Calypso, já está disponibilizando em canais de streaming de músicas como o Spotify seu novo álbum, "Fantástico Amor", sendo este seu quinto trabalho produzido nessa sua nova fase dentro da Música Gospel. O lançamento oficial aconteceu no último dia 18.

A música que dá nome ao projeto, "Fantástico Amor", contou com a participação super especial da líder do Diante do Trono, Ana Paula Valadão, que chegou a divulgar em suas redes sociais os momentos de gravação da mesma. Além dela, Ana Nóbrega, que é ex-integrante do grupo de música gospel da Igreja Batista da Lagoinha, também participou do álbum, na canção "Bem-vindo".

Nóbrega hoje em dia segue carreira gospel, assim como a ex-cantora do Cia do Calypso.

O novo trabalho de Mylla vai de arranjos com influências pop até o calypso, gênero que a projetou para todo o país, antes dela ingressar na carreira evangélica.

Saída de Mylla do Cia do Calypso

A conversão da cantora para o protestantismo deu-se em 2008. Na ocasião, ela decidiu deixar o grupo da qual fazia parte, o Cia do Calypso, alegando que a continuidade no projeto ia contra os princípios da sua nova religião, e por conta dessa incompatibilidade ela decidiu abandonar a carreira secular para se dedicar ao gospel. Ela esteve à frente do grupo por 6 anos (2002-2008). Atualmente ela é casada com o pastor evangélico Danilo de Souza, e deu à luz em setembro de 2014 ao seu primeiro filho, Davih Lucca, fruto de seu matrimônio.

Foi também em 2014 que Mylla participou do Congresso de Adoração e Intercessão do Diante do Trono, que aconteceu em Belo Horizonte, na Expominas. Na ocasião, foram feitas orações pelo norte do Brasil, e a cantora esteve representando sua região, cantando músicas no estilo carimbó com letras gospel. Ao ministrar, Mylla disse que perdeu dinheiro e fama, fazendo menção à sua saída da banda Cia do Calypso, mas afirmou ter ganhado seu nome "no livro da vida", e que isso era mais importante do que qualquer título ou conquista.

Revelou também ser fã de Ana Paula Valadão, com quem divide uma música em seu novo álbum, pelas condutas da cantora e também pela forma como ela se vestia, já que os figurinos de Mylla eram bastante decotados.

Durante os anos que esteve à frente do grupo de calypso, Mylla de fato possuía muito mais notoriedade que agora, no mundo gospel. Mesmo com participações de peso, como o da Valadão, a cantora ainda tem dificuldades de conseguir vitrines na área evangélica, que embora diga que não, possui certo preconceito com ela e com todos os que vêm do meio secular para a igreja.

Pelo menos Mylla tem um grande argumento: não poderão dizer que ela veio ao gospel para vender ou conseguir sucesso, pois o que acontece é justamente o contrário.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Música
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!