Na última quinta-feira (17), Betty Faria fez uma participação especial no programa ‘’Encontro com Fátima Bernardes’’, da Rede Globo, e acabou se envolvendo em uma polêmica na qual deu sua sincera opinião sobre a questão de paternidade e pensão alimentícia, que foram os assuntos de debate durante a apresentação do programa.

"Acredito que seja possível o pai continuar sendo uma pessoa presente mesmo após o divórcio, mas isso acaba dependendo muito de como a mãe vai reagir a isso, porque se a mulher é uma pessoa chata e que fica cobrando o dinheiro da pensão sempre, o nhenhém da ex-esposa acaba afastando o pai do filho.

Com isso, são os filhos do casal que acabam sofrendo", disse a atriz no programa ‘’Encontro’’.

Ainda no programa, houve um grande debate, mas não se polemizou tanto. A polêmica aconteceu realmente durante o programa ‘’A Tarde é Sua’’, da Rede TV!, dessa sexta-feira (18), que é apresentado por Sonia Abrão. A apresentadora fez questão de criticar a postura e posicionamento da atriz.

"Me faz um favor. Eu não consigo entender a opinião dela.

Jamais uma cobrança de pensão pode ser vista como nhenhém de nenhuma mulher", falou Sonia em seu programa, ainda afirmando que acha um completo desrespeito com as pessoas que possuem filhos e que acabam passando por toda essa situação de divórcio e que depois, a mulher acaba tendo que ficar brigando por pensão.

Mas a indignação da apresentadora foi de ver uma mulher tratando outra com certo desdém, pois, de acordo com ela, isso acaba machucando, será sempre um drama e, consequentemente, uma série de complicações.

Para Sonia, o problema de pensão jamais pode ser visto desta forma, pois a mulher deve cobrar os direitos de seus filhos.

A jornalista acabou concluindo que tanto o pai quanto a mãe devem ser os responsáveis pela criação de seus filhos e que a Betty Faria deve ter tido essa opinião, porque ela nunca precisou passar por esse tipo de situação, ou se ela passou, foi tudo bem tranquilo.

"Se você não é uma mulher de ficar fazendo nhenhém, isso é porque você teve privilégios durante sua vida, enquanto outras estão passando por um sufoco para poder sustentar seus filhos.

Essas mulheres passam por várias humilhações durante a vida e são elas que ajudam os seus filhos a se tornarem adultos conscientes e saudáveis, um homem ou uma mulher que faça o bem em sua vida. Acredito que foi muito desrespeito da parte dela", concluiu Sonia.

E você leitor, acredita mesmo que Betty Faria tenha desrespeitado a maioria das mulheres que passam pelo processo de separação e, consequentemente, de pensão? Não esqueça de deixar seu comentário abaixo, ele é muito importante para nós.

Não perca a nossa página no Facebook!