Já foi noticiado aqui na BlastingNews que a ex-Panicat Carol Dias pediu para sair do programa Pânico na Band. A saída teve barraco, ameaça de polícia e de Justiça, algo que até então não era conhecido do público. Até então, a saída da Panicat, não tinha nada de incomum, já que vários participantes já fizeram o mesmo, como Maurício Meireles e a Panicat Mari Gonzales. Desde que Flávio Ricco, colunista do UOL, noticiou que uma lista com o salário de todos os participantes vazou entre o elenco, muito descontentamento foi percebido e o clima do programa não e mais o mesmo. O programa tem vivido sua pior crise desde que migrou para a Band.

Tanto por conta da audiência baixa quanto o contentamento de seus participantes, além da apelação de seus quadros, que exploram a degradação humana e o corpo das Panicats. Justo dizer que em alguns quadros, como o MasterTrash a atração também teve seus pontos altos. Entretanto, a saída de Carol Dias expôs algo que até então não se falava: a emissora não estaria pagando os direitos das moças. Carol Dias estava atuando no quadro Largagas e Peladas.

A situação foi inusitada, pois a despedida da moça parecia ser algo tranquilo. Ela chegou a agradecer todos os ex-colegas e citou nominalmente em seu agradecimento o diretor Allan Rapp e o apresentador Emílio Surita. Agora, em uma reviravolta no caso, o mesmo colunista do UOL, revelou a tensão em sua saída.

Saída de Carol Dias do Pânico na Band teve ameaça de polícia e Justiça e barraco

Carol Dias trabalhou no Pânico na Band desde 2013 e sua saída gerou um climão nos bastidores do programa. Tudo porque, segundo o colunista do UOL, a Band não teria pago todos os direitos dos cinco anos trabalhados na casa à ex-Panicat. A situação ficou tensa e a jovem se descontrolou e ameaçou chamar a polícia e acionar a Justiça, além de denunciar a podridão nos bastidores da emissora.

Um grande diretor da emissora precisou intervir e acertou todos os direitos da moça, incluindo algo a mais. Por fim, Carol Dias aceitou o acordo e voltou para a casa sem precisar acionar nem polícia nem Justiça. O caso foi, na verdade, abafado, até Flávio Ricco, sogro de Eliana do SBT, trazer a público.

Carol Dias deixa o Pânico na Band e fãs lamentam

Em sua despedida no Instagram, Carol Dias disse que se sentia um passarinho engaiolado e que alçaria voos maiores após sua saída do programa. Ela agradeceu a todos os seus colegas de programa, incluindo nominalmente Emilio Surita e Alan Rapp.

Alan é o diretor da atração.

Carol Dias também já atuou ao lado de Marcos Mion, no Legendários entre 2010 e 2011.

Ela atuava no quadro Largagas e Peladas, que ao lado do MasterTrash são os maiores sucesso do Pânico na Band.

Os fãs lamentaram o comunicado em sua rede social.

Siga a página Famosos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!