A ex-atriz global Carolina Ferraz foi demitida da Rede Globo em 2017, após 25 anos de trabalhos na emissora. Seu último trabalho no canal foi na novela "Haja Coração", em 2016.

Ela concedeu uma entrevista ao portal de notícias UOL e citou momentos difíceis que passou em sua vida. Aos 14 anos de idade, ela perdeu o pai de uma forma cruel e que lhe deixou traumatizada. O pai de Carolina, Sr. Ladislau, faleceu em 1982 vítima de um brutal assassinato. Ele levou seis tiros e três deles foram diretos em seu rosto.

Conforme os dizeres de Carolina, a morte foi encomendada e depois da tragédia, toda a família decidiu se mudar da cidade de Goiânia, capital de Goiás, para terem mais segurança, ainda mais que o homem acusado de assassinar o pai continuava solto.

Uma doença também tomou conta do seu irmão. Ele contraiu Aids e, devido os tratamentos não estarem surgindo efeito, na época, faleceu aos 29 anos de idade. Foi um grande choque na vida da atriz.

Após a morte do irmão, Carolina Ferraz participou de várias campanhas do Ministério da Saúde sobre a prevenção dessa doença. Ela lembrou que Guilherme ainda sobreviveu um bom tempo tentando vencer a doença, mas um dia decidiu se entregar e perdeu a batalha.

A tristeza de ver alguém que você ama ir embora mexeu com seus sentimentos de uma forma inexplicável, contou a atriz. Em função disso, ela acabou se tornando mais solidária com as pessoas, tentando ajudar aqueles que precisavam.

Preconceito

A atriz comentou que a doença do irmão acabou fazendo toda a família viver episódios de preconceito. Segundo a artista, falar do convívio com uma pessoa soropositiva, no ano de 1994, era algo que afastava as pessoas e, às vezes, o segredo era mantido em decorrência do preconceito.

Carolina comentou que viveu todos esses pesadelos e ainda tinha dinheiro para bancar o tratamento do irmão, mas existiam pessoas, que ela conheceu, que ficaram abandonadas sem nenhuma ajuda emocional. As drogas para o tratamento da Aids estavam evoluindo, mas, mesmo assim, tudo era mantido em segredo quando existia alguém com a doença na família.

Demitida

Questionado sobre a sua demissão da Globo [VIDEO], Carolina Ferraz contou que entende que as coisas mudam e que ela deve olhar essa decisão da emissora como algo profissional. Porém, ela entrou com um processo trabalhista em relação aos 25 anos de trabalho na emissora carioca.

No momento, ela está trabalhando no teatro e não possui nenhum projeto de televisão.