O ano de 2019 tem sido duro para a Música sertaneja de raiz. Poucos dias após a perda Pedro Bento, que fazia dupla com Zé da Estrada, na madrugada desta sexta-feira (18) foi a vez da voz de Marciano, da dupla com João Mineiro, calar-se para sempre. Ele tinha 67 anos e morreu dormindo, em sua casa em São Caetano do Sul (SP), vítima de um infarto.

Uma breve nota sobre a morte do artista foi postada em sua rede social.

Publicidade
Publicidade

“É com imenso pesar que, em nota, confirmamos o falecimento do cantor Marciano”, escreveu a assessoria do cantor, que ainda destacou o apelido de “o inimitável”, usando por ele nos últimos anos.

Ele formou dupla com João Mineiro, já falecido, até 1993, quando, por divergências, acabaram desfazendo a parceria. Em 2015 Marciano se juntou a Milionário, que fazia dupla com José Rico, que morreu em 2015, e gravaram um DVD intitulado Lendas, lançado em 2016.

Publicidade

O repertório continha sucessos das duas duplas, além de canções inéditas.

Ele deixa a mulher, Alexandra, a filha, Marciane, e o filho, Fabiano, o qual vinha travando uma batalha judicial nos últimos anos por conta de uma publicação no Facebook, a qual Marciano considerou ofensiva e pedia R$ 20 mil por danos morais. Mesmo com a batalha nos tribunais, Fabiano lamentou a morte do pai, o qual classificou como um dos maiores cantores do Brasil.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Música

“Todos que me conhecem sabem da péssima relação que eu tinha com meu pai”, afirmou Fabiano, que se disse muito triste com a notícia. “Por mais que éramos afastados, mas era meu pai”, completou. Ainda não há informações sobre o velório e o sepultamento do artista.

Dupla com João Mineiro

Com apenas 16 anos de idade, Marciano já fazia dupla com João Mineiro. O sucesso começou a aparecer na década de 70 com apresentações em circos.

“No fim dos anos 1970, início dos 1980, só o circo nos dava espaço”, disse o cantor em uma entrevista ao portal UOL, em 2016.

Ainda nos anos 80, com a consolidação da música sertaneja, a dupla chegou até a apresentar um programa nas manhãs de domingo no SBT, onde também recebiam convidados. Ao longo da carreira a dupla teve sucessos marcantes como Ainda Ontem Chorei de Saudade, Se Eu Não Puder te Esquecer, Crises de Amor, Paredes Azuis, Fio de Cabelo, Menina Escuta Meu Conselho.

Publicidade

Apesar do grande sucesso e shows fora do Brasil e um disco gravado em espanhol, em razões de desentendimentos a dupla chegou ao fim em 1993. O disco intitulado Dois Apaixonados foi o último deles juntos.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo