Na última quinta-feira (14), a emissora Record TV estreou o reality show "Troca de Esposas", no qual duas mães de classes sociais, cidades e personalidades diferentes trocam de família por uma semana. No entanto, logo no primeiro episódio, o programa comandado por Ticiane Pinheiro já está dando o que falar após uma das participantes criticar o reality em suas redes sociais.

Sendo uma das esposas estreantes, a vegana Nana Indigo trocou de família com Aritana Maroni, ex-participante do programa MasterChef Brasil exibido na Band.

Publicidade

Por meio do Facebook, Nana se mostrou indignada pela maneira em que o programa exibiu sua participação, listando uma série de críticas e desabafos incluindo a manipulação dos participantes e o baixo cachê recebido, confira abaixo a publicação original.

Em entrevista ao UOL, Nana Indigo divulgou o valor do cachê recebido para participar do reality show e comentou que só aceitou participar por acreditar que o programa seria uma oportunidade de defender seus valores como vegana, mostrar o que é o veganismo e transmitir a mensagem de amor à natureza e aos animais ao público.

Segundo ela, durante as gravações já havia percebido que a produção escolheu a dedo a outra família, que não defende nenhuma causa, e finalizou dizendo que para ela o programa era uma causa séria, enquanto para a outra família, apenas um jogo.

A ativista descreveu sua revolta em sua publicação no Facebook, em sua visão o reality a mostrou como uma lunática que joga pedra na lua, e que o programa não exibiu em nenhum momento algo que a favorecesse. Além de não explicarem os motivos das coisas que ela fazia, como reverenciar o lixo ou abraçar as árvores, também não mostraram o que Nana tinha falado sobre o amor aos animais e à natureza.

Publicidade

Nana se sente traída e acredita que ela foi usada pelo programa para conseguir audiência destruindo a reputação dos veganos. Ao invés de poder defender sua causa, ela diz que a colocaram na fogueira ao cortar cenas gravadas e acusa a produção de induzi-la a se comportar de modo que gerasse conflitos entre as famílias. Na ocasião na qual seria criada a regra da casa, a vegana falou que não ia tirar carne da outra família e em troca pediu para que eles refletissem sobre o assunto.

No entanto, segundo ela, a produção dizia para Nana retirar as carnes da geladeira para desocupá-la.

Também as cenas das crianças beijando o bacon foram induzidas pela produção e que ela não proibiu ninguém de comer carne. Nana afirma que o alimento foi usado todos os dias. Sobre o cachê, ela comentou que o valor recebido era bem menor do que o de Aritana, que é participante do quarto reality show seguido, de acordo com Nana, seu cachê foi de R$ 10 mil, enquanto de Aritana R$ 80 mil.

Consequências do programa

Após a exibição do programa, Nana Indigo comentou que está assustada e que não tem sido fácil lidar com as consequências.

Publicidade

A vegana afirmou ter recebido ameaças e que sua família está triste com a exposição e repercussão negativa do programa. Por meio das redes sociais os internautas chegaram até mesmo a dizer que iam jogar uma cabeça de porco em seu quintal.

Nana contou que só não entrou na Justiça contra a Record TV pois a moral dos veganos já é danada o suficiente e não pretende fazer mais nada a respeito, apenas seguir a vida e desativar suas redes sociais. A emissora foi procurada para dar sua versão do caso, mas a assessoria de imprensa disse que não irá se pronunciar.