Paula von Sperling é a única personagem polêmica que restou no BBB19. Depois da saída de Hana e uma escolha de elenco controversa, esta edição do 'Big Brother Brasil' não vem bem na audiência e a situação tem tentado ser revertida pela direção do programa, que é comandada por Boninho. Com paredão falso, imunidade distribuída em prova de eliminação e um paredão quádruplo, a Globo tem tentado mudar o panorama do jogo.

A verdade é que essa edição tem frequentado muito as páginas policiais. Vanderson, por exemplo, saiu do jogo depois de ser acusado de estupro e violência contra a mulher. As supostas vítimas o acusaram dos crimes, mas ele acabou saindo, até agora, ileso. Por outro lado, Maycon e Paula já se envolveram em polêmicas no jogo e também chegaram a povoar as notícias policiais.

Tudo porque os dois fizeram comentários supostamente racistas e repletos de intolerância religiosa.

A loira, por exemplo, afirmou em determinado momento que estaria com medo de Rodrigo porque ele falava de uma entidade de sua religião afro. Em outra oportunidade, ela e Maycon 'estranharam' uma dança que Rodrigo e Gabriela fizeram em uma festa, ao som de Jorge Aragão.

Paula será alvo de investigação da Decradi

A delegacia responsável por investigação de crimes raciais e de intolerância religiosa, por meio de seu delegado, Gilbert Stivanello, já revelou que a jovem será ouvida pela delegacia.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
BBB Big Brother Brasil Polícia

Entretanto, o processo será diferente da forma em que Vanderson foi ouvido.

No caso do rapaz, ele teve que deixar a casa e, por ser ouvido na delegacia e ter tido contato externo, teve que ser eliminado. Paula entretanto, será ouvida apenas quando deixar o reality, portanto, não será excluída do jogo por esta questão.

As falas da jovem mineira bacharel em direito e de Maycon já estão de posse da Decradi e o depoimento dela e de Rodrigo serão decisivos para a possível abertura de um processo.

O delegado disse ao jornal carioca Extra: "ela terá que depor assim que sair do programa". A mesma autoridade também disse que já conversou com a Globo e, além de Paula, também ouvirá a outra parte, Rodrigo, assim que ambos deixarem o reality. O delegado explicou que vai aguardar os dois saírem, pois não tiraria o intelectual do programa (desclassificando-o), apenas para saber se ele gostaria de denunciar sua colega de confinamento.

Por outro lado, Gilbert também disse ser importante ouvir quais foram as intenções da loira, ao proferir as palavras que foram consideradas de tom intolerante à religião do amigo de Gabi e Danrley.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo