A atriz Débora Nascimento, 33 anos, é a capa do mês de abril da revista Glamour. No texto da revista, Débora compara-se à técnica artística oriental Kintsugi. Essa técnica consiste em juntar cerâmicas quebradas com uma cola feita de laca e ouro. Isso torna a peça única, com cicatrizes evidentes, e dá nova vida ao que poderia ser considerado como descarte.

Débora está em fase ascendente na vida pessoal e profissional.

Além de ser mães de Bella, que completa um ano no período em que a revista chega às bancas, Débora também brilha na novela da Globo 'Verão 90' e no filme 'Uma Viagem Inesperada'. Apesar do burburinho acerca de seu divórcio com o também ator José Loreto, ela segue, segundo suas próprias palavras, numa busca a cada dia pela felicidade.

Elo eterno com Loreto

Ainda sobre a separação, quando questionada se ainda está junto de Loreto, Débora afirma que ele é o pai de sua filha e que essa não foi uma escolha aleatória.

Completa dizendo que tem maturidade suficiente para entender esse 'elo eterno' e inquebrável que foi formado.

A revista também dá destaque às lutas feministas de Débora. A atriz participa de diversas rodas de discussão de mulheres com temas como sororidade, luta por direitos iguais, inclusão no meio político, bem como acolhimento para com vítimas de abusos. Todo esse seu lado se deve a brilhantes autoras como Simone de Beauvoir, Cimamanda Ngozi (que teve destaque no chá de bebê de sua filha) e Clarissa Estés, entre outras tantas.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Fofocas

Não se deve, contudo, descartar sua própria vivência, ela afirma.

Vinda de uma família humilde da capital paulista, Débora explica que quebrou o ciclo de machismo estrutural em que cresceu. Saiu de casa cedo, aos 15 anos, para ser modelo. Após viver em diversos países e ganhar dinheiro para completar seus estudos, então com 26 anos, protagonizou a personagem Tessália, na famosíssima novela Avenida Brasil. Foi lá que conheceu Loreto. No entanto, afirma que quer distância dessa estrutura de conto de fadas.

Carreira da atriz

Débora também participou de diversas outras novelas ao longo da carreira, começando por 'Paraíso Tropical', de 2007, onde encarnou Elisa. No mesmo ano, já deu vida à Andréia Bijou, em 'Duas Caras'. Em 2012, além de 'Avenida Brasil', fez 'Flor do Caribe', como Taís.

Em 2014, interpretou Maria Vergara, em 'Geração Brasil' e Sueli, em 'Alto Astral', sua primeira vilã. Em 2016, encarnou a protagonista Filómena, de 'Êta Mundo Bão!' E, agora em 2019, temos Gisela de 'Verão 90'.

Além disso, participou de diversas outras produções, com destaque para o filme estadunidense 'O Incrível Hulk', de 2008.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo