O apresentador e humorista Danilo Gentili foi condenado nesta quarta-feira (10) a seis meses de detenção por conta de uma piada que havia feito com a deputada federal Maria do Rosário (PT). Segundo a juíza Maria Isabel, Gentili cometeu um crime de injúria contra Maria do Rosário ao publicar um vídeo da petista. A magistrada ainda declarou que o humorista teve por objetivo debochar e ofender a dignidade da deputada, expondo servidores públicos e a própria Câmara dos Deputados e que, se a intenção não fosse essa, ele teria retirado o vídeo logo após ser notificado pela Câmara.

Publicidade

O advogado de defesa do apresentador afirmou que a sua intenção não era de atacar a deputada.

A situação que levou a condenação do apresentador se refere ao caso ocorrido no ano de 2016, quando Danilo chamou a deputada de “nojenta, falsa e cínica” em suas redes sociais. Maria do Rosário entrou na justiça. Já no início de 2017, o humorista foi notificado extrajudicialmente e fez um vídeo no qual fingia surpresa com a correspondência. No vídeo, Gentili destacou o termo “p..a” que faz parte da palavra “deputada”, rasgou a notificação, esfregou em suas partes íntimas e devolveu, pelos correios, a correspondência à Câmara dos Deputados.

O apresentador do The Noite reagiu com ironia à condenação, da qual poderá recorrer em liberdade, e fez uma série de publicações em suas redes sociais.

No Twitter, Danilo pediu que não levem cigarros, mas sim charutos para ele. O humorista também enviou uma mensagem diretamente na conta do ministro Sérgio Moro, em tom de brincadeira, pedindo ajuda e disse que ficaria “devendo uma” ao jurista.

Pelo Instagram, Gentili postou um vídeo e filmou sua equipe ao perguntar quem iria visita-lo na prisão e afirmou que quem não fosse estaria demitido.

Publicidade

Ele também postou um desenho em que aparece algemado e marcou a deputada Maria do Rosário. Irônico, o apresentador pediu ajuda, disse que cadeia não resolve e que ele é apenas mais uma vítima da sociedade.

Em entrevista à Jovem Pan, ele disse que preferia ir preso do que se ajoelhar para a “patrulha”.

Apresentador cria uma hashtag em forma de protesto

Nesta quinta-feira (11), Danilo Gentili criou a hashtag #GentiliLivre para protestar contra a sua condenação à 6 meses de detenção. Famosos e fãs do artista têm demonstrado apoio na rede social e compartilhado a hashtag.

O ator Duda Nagle, pai de Zoe, compartilhou um link da entrevista que Gentili deu ao canal de sua mãe, Leda Nagle. A humorista Dani Calabresa também se manifestou sobre a situação e usou a hashtag de apoio ao apresentador do The Noite.

O nome de Gentili já está entre os assuntos mais comentados do Twitter no Brasil.