A próxima vítima do serial killer em “O Sétimo Guardião”, atual trama das 21h da Rede Globo, assinada por Aguinaldo Silva, será Ondina, personagem de Ana Beatriz Machado. A morte da cafetina encerrará o arco da personagem. Ondina será encontrada em seu quarto, sem vida, após uma conversa emocionante com Luz, personagem de Marina Ruy Barbosa. Conversa essa na qual ambas descobrem que são mãe e filha.

O serial killer de "O Sétimo Guardião" continua tocando o terror na pequena cidade de Serro Azul, eliminando um a um dos guardiões da fonte.

Publicidade
Publicidade

O primeiro da lista foi Machado, vivido por Milhem Cortaz. O delegado foi achado morto na delegacia, logo depois de ter passado por uma humilhação pública na praça da cidade. O segundo será Feliciano, protagonizado por Leopoldo Pacheco, que será encontrado em frente a igreja de Serro Azul. Em seguida, virá a morte mais chocante. A esotérica Milu, personagem de Zezé Polessa, simplesmente desaparecerá, instaurando o medo na comunidade.

Ondina é mãe de Luz

Caberá a Murilo, personagem de Eduardo Moscovis, usar seus talentos felinos para encontrar o cadáver da amiga.

Milu estará em uma velha casa abandonada, em meio a um matagal. Ela, assim como os outros dois, estará com um bilhete pregado ao corpo. Nele, estará escrito que restam mais quatro para terminar a lista.

De todos, Ondina será a mais afetada pela morte de Milu. Além de encastelar-se em seu estabelecimento, ela contará a Murilo sobre sua filha perdida, levada em um ato de vingança, por seu ex-marido, desafogando todas as tristezas de uma só vez.

Murilo, aturdido com a história, liga a filha de Ondina com a história de Luz.

Publicidade

Relação essa que deixa Ondina sem reação. Sóstenes, vivido por Marcos Caruso, também participará do desvelo desse mistério. Ambos confrontam as histórias das duas crianças e descobrem que se trata da mesma pessoa. Após isso, Ondina vai ter com Luz.

A mocinha irá se mostrar chocada com a crueldade de seu pai. Ondina tenta encontrar uma explicação para o ocorrido, em razão do estado emocional dele, após a discussão com Ondina.

Ondina e Luz resolvem então realizar um exame de DNA para comprovar o parentesco entre elas.

Ondina pergunta se Luz a aceita como mãe. A ruiva devolve confirmando, muito emocionada, e completando que esse era o dia em que ela tinha ganhado uma mãe. Ainda diz que isso encerrará um sentimento de sentir-se órfã que já dura 22 anos.

Ondina será encontrada morta por Adamastor

Sentindo-se em paz, Ondina se recolhe a seus aposentos. Antes disso, avisa Adamastor, personagem de Theodoro Cochrane, que o dia a esgotou muito e que está cansada.

Já consigo mesma, Ondina processa tudo o que aconteceu.

Publicidade

Adamastor, contrariando Ondina, resolve prestar uma visita a ela, para saber o que aconteceu na conversa com a professora Luz.

Após um pedido de desculpas por estar incomodando, ele vê a xícara de chá de Ondina caída no chão. Em seguida, o corpo de Ondina, posto da mesma forma que o de Milu. Inclusive com o mesmo bilhete, que avisava que restavam três na lista do assassino.

Leia tudo