Isabela Tibcheran esteve no 98º Departamento de Polícia de São Paulo, nesta segunda-feira (10), para prestar depoimento sobre a morte do seu namorado e dos pais dele. A mãe da adolescente de 18 anos também prestou esclarecimentos à polícia a respeito do crime ocorrido na tarde de domingo (9), na capital paulista.

O ator Rafael Miguel, 22 anos, e os pais dele, João Alcisio Miguel, 52 anos, e Miriam Selma Miguel, 50, foram mortos a tiros enquanto visitavam a família da namorada do rapaz.

Publicidade
Publicidade

De acordo com informações da Polícia Civil, o comerciante Paulo Cupertino Matias, de 48 anos, pai de Isabela, matou os três pelo fato de não aceitar o relacionamento da filha com o ator. O homem fugiu logo após cometer o crime e é procurado pelas autoridades.

Segundo contou o advogado de Isabela, Rafael e os pais não foram até a casa dela para pedir que a família da jovem aceitasse o namoro dos dois.

Publicidade

Ele contou que os pais do ator tinham dado uma carona para Isabela. Ao chegarem na porta da casa da adolescente, todos foram surpreendidos com a chegada repentina de Paulo Cupertino armado.

O advogado da adolescente relatou à imprensa que a ação foi muito rápida. Logo após o carro chegar na casa de Isabela, ela desceu do automóvel. Neste momento teve início uma discussão entre Rafael e Paulo Cupertino.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

O homem então teria sacado a arma, atirado em Rafael e na sequência matado os pais dele.

Durante o seu depoimento, Isabela relatou à polícia que o pai de fato era contra o relacionamento dela com Rafael. A adolescente contou ainda que não sabia que seu pai estaria em casa esperando por eles naquele momento.

'Salvou a minha vida', disse Isabela no velório

Durante a tarde desta segunda-feira, Rafael e os país foram velados no Cemitério Campo Grande, em São Paulo.

Isabela esteve no local. Ela levou flores e chorou muito durante o sepultamento do namorado e dos sogros. Ao deixar o local, a jovem falou rapidamente com a imprensa.

"Ele salvou a minha vida, ele foi um herói. Os pais criaram um príncipe, um anjo", disse Isabela, visivelmente abalada.

O clima no sepultamento da família era de bastante tristeza e revolta entre os parentes das vítimas. Maria do Carmo Viana, prima de Rafael Miguel, contou que todos agora esperam que a justiça seja feita contra o autor do crime. Ela falou que espera que Paulo Cupertino seja encontrado rapidamente e pague na cadeia pelo que cometeu.

Publicidade

Paulo Cupertino tem passagem por roubo

De acordo com reportagem publicada pelo portal G1, investigadores da Polícia Civil contaram que Paulo Cupertino tem passagem pela polícia por um roubo cometido em 1990. Na ocasião, Paulo foi preso em flagrante, chegou a ficar alguns meses detido, mas foi solto e respondeu em liberdade. Em julgamento, Paulo foi condenado a dois anos de cadeia por este crime. Ele recorreu em liberdade e a pena acabou sendo anulada em um novo julgamento.

Publicidade

As fontes ouvidas pelo G1 contaram ainda que há um outro boletim de ocorrência contra Paulo pelo crime de furto, mas não foram passados maiores detalhes.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo