Padre Marcelo Rossi sofreu um ataque neste domingo (14) enquanto celebrava uma missa em Cachoeira Paulista (SP) e se pronunciou sobre o fato através da assessoria de imprensa da Canção Nova. O líder religioso, que foi empurrado do altar por uma mulher durante a celebração, disse se sentir bem e não ter sofrido lesões graves. O vídeo com o momento da queda repercutiu na web e deixou muita gente assustada com a ação da agressora, que sofreria de transtornos mentais, conforme informou o portal G1.

'Estou ótimo', declarou padre Marcelo Rossi

Após sofrer a queda do altar durante celebração de uma missa pela Canção Nova, padre Marcelo Rossi gravou um vídeo que foi divulgado pela instituição religiosa ainda neste domingo (14).

Na gravação, o sacerdote comentou o ocorrido e fez questão de tranquilizar os fãs sobre seu estado de saúde. "Estou ótimo", afirmou o religioso.

Padre Marcelo Rossi ainda usou termos bíblicos para comentar o ataque e se mostrou firme em sua fé. "Maria passou na frente e pisou na cabeça da serpente", declarou o sacerdote, fazendo questão de dizer ainda que a frase seria o tema para uma campanha no ano de 2020.

Ao final do vídeo, o padre se queixou de algumas dores, mas reforçou dizendo que estaria bem ao mencionar que não havia quebrado nada.

O ataque contra o religioso

Como de costume, padre Marcelo Rossi celebrava mais uma das inúmeras missas que lidera por todo Brasil quando acabou sendo surpreendido pelas costas por uma mulher que o arremessou para fora do palco.

O líder religioso acabou caindo de uma altura de cerca de um metro e ficou entre o altar e o cordão que isola a plateia do palco.

Cerca de 50 mil pessoas que estavam presentes no local acabaram se assustando diante da cena, e em vídeo divulgado na web é possível ver a reação de espanto da plateia.

Após o ocorrido, o padre foi atendido por uma equipe médica e retornou as suas funções.

"Maria me segurou", disse o sacerdote logo que subiu ao altar após o susto. Após a celebração, o religioso conversou com algumas pessoas presentes no local e fez questão de tranquilizá-los dizendo que não teria sofrido nada grave, conforme noticiou o site Observatório da Televisão.

Mesmo diante do fato, padre Marcelo Rossi decidiu não registrar queixa contra a mulher, que seria moradora do Rio de Janeiro e teria viajado para assistir a celebração junto com um grupo de pessoas.

Ao contrário do religioso, a Canção Nova decidiu registrar a ocorrência na delegacia. A mulher, que foi contida pela Polícia após furar o bloqueio de segurança, foi encaminhada para a delegacia de Lorena, conforme noticiou o G1, embasado em declarações da Polícia Militar.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Polícia
Seguir
Siga a página Religião
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!