A atriz Cláudia Rodrigues foi internada às pressas nesse último domingo (1º), no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo.

A atriz, que foi diagnosticada em 2000 com esclerose múltipla, precisou dar entrada na ala neurológica do hospital nesta segunda-feira (2), após a sua internação na noite do domingo.

Logo pela manhã desta segunda, ela foi encaminhada para a ala neurológica, pois apresentava dores fortes na cabeça. A confirmação da transferência da atriz para a ala foi feita pela assessora e amiga da atriz, Adriane Bonato.

De acordo com o comunicado feito pela assessora, ela agora passará por novos exames na ala para qual foi transferida. Adriane ainda divulgou que Cláudia deverá começar já nesta semana um novo tratamento para a doença, que vem enfrentando há 19 anos, utilizando um novo medicamento importado.

O medicamento, que agora será utilizado no tratamento da atriz contra a esclerose múltipla, deve fazer com que a doença fique controlada e ela consiga evitar a progressão.

Internação de Cláudia Rodrigues

A assessora alegou que as dores de cabeça que Cláudia vinha sentindo haviam se intensificado muito nessa segunda-feira quando ela acabou sendo transferida para a outra ala.

No sábado (30), Adriene conta que Claudia havia ido a um casamento e que sentiu um pouco de dor de cabeça. Na ocasião, ela tomou um Tylenol, na tentativa de amenizar a dor.

Entretanto, posteriormente ela acabou sendo internada, e logo pela manhã, nessa segunda-feira, as dores aumentaram muito, fazendo com que novos exames fossem necessários e ocasionassem a mencionada transferência de Cláudia para a ala neurológica.

Novo tratamento

Sobre o novo tratamento que Cláudia vai começar nessa semana, Adriane conta que depois que ela precisou ser internada no domingo, foi pedido para que o medicamento viesse com urgência para que se iniciasse o tratamento da atriz o mais rápido possível.

Quanto ao novo medicamento que a atriz passará a tomar, Adriene declarou que se sente confiante e que acreditam que agora a doença ficará estagnada, e não apresentará mais avanços, pelo que se é esperado.

A assessoria de imprensa do hospital Albert Einstein foi procurada pela revista Quem e respondeu aos jornalistas responsáveis pela publicação que, no momento, não estão autorizados a divulgar boletins médicos sobre o estado de Saúde de Cláudia Rodrigues para a imprensa.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Saúde
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!