O ator global Tony Ramos, com 71 anos de idade, recebeu alta do hospital Rodolpho Perisse, na madrugada desta terça-feira (7). Tony Ramos, que deixou a clínica em cadeira de rodas, foi levado à Casa de Saúde nesta segunda-feira (6), após ter sentido fortes dores. Na unidade hospitalar, em Búzios, na região dos Lagos, no Rio de janeiro, Ramos foi diagnosticado com gastroenterite. Recentemente, o veterano da Globo interpretou o personagem, Olavo Aragão Duarte de Almeida, na novela das 21h, "O Sétimo Guardião".

No momento que sentiu-se mal, o ator passava o Réveillon com a família em Geribá, onde possui uma residência.

A gastroenterite, este mal que acometeu Tony Ramos, caracteriza-se pela inflamação dos órgãos do sistema digestivo, como o estômago, provocando náuseas e vômitos. Pode afetar também o intestino, causando diarreia. A doença pode ainda ser originária de bactérias, vírus e parasitas, transmitidos pelo ar, mãos contaminadas em contato com a boca ou intoxicação alimentar.

Ator conquistou prêmios e lançou autobiografia

Conhecido como Tony Ramos, Antônio de Carvalho Barbosa esteve no hospital em companhia de sua mulher, Lidiane Barbosa, com quem está casado desde 1969. Tony Ramos, laureado com vários prêmios, foi indicado em 2011, ao Seoul Internacional Drama Awards de melhor ator pelo trabalho em "Passione". O ator ganhou o prêmio Brazilian Internacional Press Awards em 2015, pelo conjunto da obra.

O galã global nasceu em 1948, em Arapongas, Paraná.

Tony Ramos também ampliou seu leque de atuação com o filme “Se Eu Fosse Você”, em conjunto com Glória Pires. Sua primeira atuação em novela ocorreu no ano de 1965, em “A Outra”, exibida pela TV Tupi. Nesta mesma emissora participou de diversas produções, como Antônio Maria, no ano de 1968. Este trabalho deu grande impulso na carreira de Ramos. O ator chegou na TV Globo em 1977, permanecendo até hoje, com uma carreira sólida.

A novela "Espelho Mágico" foi seu primeiro grande papel. No ano de 1979, foi o protagonista da novela ‘Pai herói’, formando par romântico com a atriz Elizabeth Savala. Na trama "Chega Mais", o ator foi o trapaceiro Tom, que apesar de caráter duvidoso protagonizou a novela ao lado de Gelli, personagem da atriz Sônia Braga.

No ano de 2003, o personagem Teo, de "Mulheres Apaixonadas", ganhou vida na pele de Toni Ramos. O ator acumula ainda no currículo, atuação teatral em mais de 20 peças. Entre elas, a peça de 1969,"Quando as Máquinas Param", tendo no elenco, a atriz Walderez de Barros. Em 1989, participou do musical "Meu refrão", "Olê Olá", homenageando os 25 anos de carreira do compositor Chico Buarque.

Neste trabalho Ramos interpretou a travesti Geni. Em 2006, houve mais um marco na vida deste grande ator brasileiro, quando ele entrou para o mundo da literatura, lançando sua autobiografia, "Tony Ramos - nos Tempos da Delicadeza". Este evento ocorreu na Livraria da Travessa.

Siga a página Famosos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!