Após a morte de Gugu, uma briga judicial por seu patrimônio teve início. De um lado a família Liberato, de outro, a mãe dos três filhos do apresentador, Rose Miriam Di Matteo. Rose deseja comprovar perante a Justiça que possuiu união estável com o apresentador. Recentemente, a defesa da médica afirmou que Rose estaria passando por dificuldades financeiras, o que foi negado pelos representantes de Gugu. De acordo com o portal UOL, a defesa da família Liberato emitiu nota à imprensa nesta quinta-feira (20) a fim de desmentir a médica quanto à sua atual situação financeira.

No comunicado, os advogados quantificaram os valores e imóveis que Gugu teria dado a Rose Miriam em vida. Os advogados também mencionaram o dia da leitura do testamento do apresentador e negaram que a médica tenha sido coagida no referido dia.

Gugu doou mansão a Rose

De acordo com os representantes de Gugu Liberato, o apresentador teria dado a Rose uma luxuosa casa em Alphaville em fevereiro de 2012. O imóvel, avaliado em aproximadamente R$ 6 milhões, tem uma área total de 1.020 metros quadrados, dos quais 898 metros quadrados são área construída.

Os advogados desmentem os comentários usados pela defesa de Rose afirmando que a médica estaria passando por dificuldades financeiras: "A Dra. Di Matteo é empresária muito bem-sucedida no olhar do governo americano". Em outro trecho do comunicado, os advogados afirmam que Rose Miriam teria recebido o Green Card (documento que permite estrangeiros viverem legalmente nos Estados Unidos), graças a um investimento de US$ 500 mil realizado por Gugu.

Segundo os advogados de Gugu, Rose seria uma das maiores investidoras em um famoso clube de futebol nos EUA, onde até mesmo o jogador Kaká havia passado uma temporada. A defesa ainda afirma que somente a médica e os três filhos possuíam o Green Card, e que Gugu entrava nos EUA como turista. O comunicado ainda cita a pensão de US$ 10 mil recebida por Rose para a manutenção na mansão em Orlando, local onde Gugu sofreu o trágico acidente.

A médica e os filhos teriam um amplo plano de saúde nos EUA. Além disso, João Augusto, Sofia e Marina receberiam uma mesada no Brasil estipulada por Gugu em vida.

Leitura do testamento

Os representante de Gugu revelaram que a leitura de seu testamento teria sido realizada no dia do sepultamento de Gugu, a pedido da própria família. Rose e os filhos do apresentador estariam com retorno marcado aos EUA devido à época de provas escolares. De acordo com os advogados, o documento foi lido na presença de todos os familiares, além de dois tabeliões que estavam presentes para tirar possíveis dúvidas. Os representantes da família Liberato e de Gugu fizeram questão de ressaltar que em nenhum momento Rose foi "foi induzida ou coagida".

Não perca a nossa página no Facebook!