O nome de Petrix é um dos mais falados do "BBB20" "Big Brother Brasil", justamente pelas polêmicas que tem se envolvido, indo desde assédio a agressão - o ginasta foi acusado de assediar Bianca Andrade logo no início do reality, por chacoalhar os seios da empresária. Além disso, nesta sexta-feira (31) o brother foi acusado de assédio novamente por esfregar as suas partes íntimas na cabeça de Flayslane. A repercussão e as acusações chegaram a tal ponto, que os casos se tornaram questão judicial.

"BBB" e questões judiciais

Da forma que os casos repercutiram, e tomaram uma proporção grande na web, um inquérito foi aberto para apurar o que de fato aconteceu e as acusações de assédio no "BBB20" contra o ginasta, que será investigado pela Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Em um comunicado oficial enviado para a imprensa, a delegacia citada confirmou a abertura do inquérito, e ainda salientou a necessidade da abertura do mesmo diante do que foi mostrado no programa, para apurar as questões levantadas. De acordo com o Extra, a família de Boca Rosa, disse confiar no trabalho da polícia.

"BBB" e OAB

Além do inquérito e da manifestação da Delegacia, a diretoria da OAB Mulher do Rio de Janeiro também se manifestou sobre as questões pontuadas no programa, demonstrando indignação pelo jeito com que as participantes femininas tem sido tratadas pelo BBB.

Ainda de acordo com a nota a imprensa publicada pela entidade, as mulheres dentro do BBB tem sido ofendidas de forma diária, além de "coisificadas", na visão da entidade.

A OAB ainda pontuou que os contatos de Petrix podem ser interpretados com teor sexual.

Com toda a repercussão negativa, diversos famosos vieram a público para comentar a situação, dentre eles o Youtuber Felipe Castanhari, Felipe Neto e o apresentador Celso Portiolli, além de outras personalidades que comentaram os comportamentos tidos como machistas na casa mais vigiada do Brasil, dentre eles Bruna Marquezine, que já questionou da onde aqueles homens teriam sido tirados.

BBB: Família de Petrix rebate acusações

Com toda a polêmica - e com o público ressaltando que a Rede Globo está "passando pano" (minimizar acontecimentos) para Petrix em todas as polêmicas que seu nome foi envolvido, inclusive a acusação de ter empurrado Pyong - a família do ginasta se pronunciou.

De acordo com a assessoria do participante em nota para a Folha de S.

Paulo, a situação não está sendo tratada de uma maneira leviana pelas pessoas (incluindo famosos e anônimos), e os familiares de Petrix acredita que o ginasta está sendo acusado de um crime que não cometeu. Para a família, as pessoas estariam "usando as redes para fomentar o ódio de uma coisa que nem está provada".

Ainda em comunicado para a Folha de S. Paulo, a assessoria do atleta ressaltou que diversos meios de comunicação dentre eles, a imprensa, formadores de opinião, famosos, influenciadores e anônimos estão envolvidos nas supostas calunias, e desta forma, os advogados da família estão acompanhando e irão responsabilizar os envolvidos em fomentar este assunto.

A família ainda ressaltou que as medidas cabíveis já estão sendo providenciadas, e que, de agora em diante, "Quem falar, agora vai ter que provar".

Em relação a abertura do inquérito pela Delegacia Especial de Atendimento à Mulher no Rio de Janeiro, a família ressaltou a Folha que ainda não haviam sido notificados sobre a investigação, e salientou que ao saberem da medida ficaram surpresos e a estranharam, já que com o decorrer do programa, Bianca Andrade, a suposta "vítima" do assédio, disse ao ser questionada no confessionário que estava tudo bem.

Siga a página Relacionamento
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!