Edson Vander da Costa, conhecido popularmente como Eduardo Costa, aos 40 anos, vem fazendo um enorme sucesso em todo o país. O cantor mostra não desviar de polêmicas e, mais uma vez, utilizou seu Instagram para realizar uma live revelando sua opinião acerca de alguns assuntos.

Na quarta-feira (25), Eduardo Costa entrou ao vivo em sua conta oficial no Instagram, revoltando-se com pessoas que, de acordo com ele, estão usando a pandemia do novo coronavírus para a política. Em sua live, o cantor ainda lamentou sobre as vítimas que vêm tendo suas vidas ceifadas em consequência da doença.

“Esse vírus não é política.

Não foi criado por política. Não é direita contra esquerda. Ele veio da China e não tem nada a ver com aqui”, desabafou, mostrando uma grande indignação por aqueles pessoas que estão envolvendo partidos. Continuando, Eduardo ainda disse não se importar com quem votou ou deixou de votar.

Eduardo Costa mostrou empatia ao desejar Saúde, paz e amor para aqueles que estavam assistindo. No decorrer da live, ele lamentou a vida dos velhinhos que estão, no momento, em grupo de risco, sendo gravemente prejudicados pela doença que ele intitula como uma “desgraça”. “Como se não bastasse a doença que é uma desgraça, que está f*dendo o Brasil, f*dendo a economia, matando os nossos velhinhos, f*dendo a vida de nossos velhinhos, ainda vem a Televisão e um monte de gente falar merda e fazer um pânico.

É uma desgraça”, disse.

Eduardo Costa faz crítica a Bolsonaro

Em quarentena, o cantor Eduardo Costa está aproveitando para soltar o verbo e mostrar tudo aquilo que pensa para seus fãs e seguidores. Dias atrás, o músico polemizou ao chamar os apresentadores Luciano Huck e Rodrigo Faro de hipócritas devido a ter aplaudido os profissionais de saúde que lutam contra o coronavírus.

Agora, Eduardo Costa decidiu tecer críticas o presidente Jair Bolsonaro.

O cantor, como muitos sabem, sempre manifestou apoio ao presidente. No entanto, dessa vez, Eduardo cobrou reconhecimento a Bolsonaro para os verdadeiros heróis desse país que, segundo ele, são os profissionais da saúde. "Meu querido Bolsonaro.

Eu já falei tanto de você. Se você quiser fazer uma coisa boa para esse país, Bolsonaro, faça o favor a seus eleitores: reconheça o valor dos heróis desse país”, desabafou.

Mostrando-se insatisfeito, Eduardo Costa continuou com seus relatos, dizendo que os heróis são os médicos, enfermeiros, polícia, bombeiro e professor.

Eduardo Costa doa R$ 2,5 milhões ao SUS para o combate ao coronavírus

De acordo com o programa "Fofocalizando" (SBT), o cantor sertanejo doou R$ 2,5 milhões ao SUS (Sistema único de Saúde), tentando ajudar na luta contra o coronavírus.

O cantor ainda manifestou que, na sua visão, artistas devem promover iniciativas para auxiliar na ajuda dos profissionais da área da saúde, que estão lutando para salvar vidas nesse momento.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Fofocas
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!