Na noite do último domingo (29) aconteceu a décima formação de paredão do "Big Brother Brasil 20". Na ocasião, acabaram na berlinda o arquiteto Felipe Prior, a cantora Manu Gavassi e a influenciadora digital Mari Gonzalez. Logo após a prova bate e volta, que retirou as cantoras Gabi Martins e Flayslane Raiane do paredão, os brothers começaram a falar sobre os rumos do confinamento e sobre o que aconteceu ainda durante a votação do líder.

Nesse sentido, é possível pontuar que Gizelly Bicalho, a líder da semana, chegou a falar com a modelo Ivy Moraes a respeito do seu desentendimento com Felipe Prior durante o programa ao vivo.

A “briga” ocorreu depois que a advogada anunciou o seu voto no arquiteto e ele, por sua vez, pediu para falar.

Prior então chegou a contar no ao vivo a sua versão dos fatos sobre o que Gizelly havia dito de Pyong Lee, Rafa Kalimann e Manu Gavassi durante uma conversa com Ivy, Marcela e Daniel. O arquiteto afirmou que Gizelly havia dito que as suas amigas não mereciam vencer o programa por já serem ricas antes de entrar no confinamento.

Durante uma conversa com a líder, Ivy quis entender melhor os motivos de Manu Gavassi para ter se chateado com Prior devido ao que ele disse antes de “puxá-la” para o paredão. A modelo, então, perguntou se a cantora havia ficado triste pela forma como tudo aconteceu, e Gizelly explicou a situação.

Nesse ponto da conversa, a advogada disse que Felipe Prior gosta de ofender e tentar humilhar as pessoas da forma como consegue e foi isso o que ele fez com Manu durante o ao vivo.

De acordo com a advogada, ela já havia afirmando que ele faria besteira na primeira oportunidade que tivesse dentro do "BBB20".

Entenda o que aconteceu

Após ser indicado por Gizelly ao paredão, Prior recebeu o direito de contragolpe e afirmou que indicaria Manu para disputar a permanência na casa com ele. Entretanto, antes de fazer isso, o arquiteto quis justificar a sua fala e afirmou que a cantora age como se estivesse na Disney e não em um jogo como o "BBB20".

As palavras deixaram Manu chateada, visto que ela já havia conversado anteriormente sobre isso com o arquiteto e ele havia afirmado que percebeu uma mudança na sua postura no jogo após a ida para o quarto branco. Entretanto, usou os mesmos argumentos de antes para atacá-la quando teve a oportunidade.

Ainda durante o seu desabafo com as amigas, Manu destacou que chegou a defender Prior em mais de uma situação diante delas, afirmando que percebia uma mudança positiva no arquiteto e estava sempre fazendo brincadeiras com ele.

Dessa forma, o que ele disse antes da indicação foi considerado agressivo para ela.

Não perca a nossa página no Facebook!