Nesta quarta-feira (25), o cantor vocalista da banda Capital Inicial, Dinho Ouro Preto, foi até suas redes sociais para confirmar que seu teste para o novo coronavírus havia dado positivo. O fato foi anunciado em sua conta oficial no Instagram. Lá, o músico revelou detalhes do que está ocorrendo nas últimas horas, revelando os sintomas que a doença proporciona.

Dinho disse que realizou o exame e classificou o coronavírus como “um saco”. De acordo com ele, os sintomas que está sentindo nesse momento o remetem à dengue que teve há alguns anos.

Dores no corpo, febre (que, no caso dele foi até 38,5° C), frio e náusea são os sintomas que o cantor está sentindo. O famoso ainda revelou que não teve tosses ou dores de garganta, refletindo que os sintomas podem variar muito de pessoa para pessoa. De acordo com Dinho, o rapaz não sabe qual o momento ou horário que teve contato com o vírus e que, todas aquelas pessoas que entraram em contato com o rapaz até duas semanas atrás, devem estar ligados nos sintomas que irão sentir daqui para frente.

O artista ainda continuou seu relato, dizendo que não ficará hospitalizado, mas sim isolado dentro de sua casa tratando da doença.

Efeito coronavírus na cultura pop

No momento, o coronavírus se espalha rapidamente ao redor de todo o planeta. A China foi o primeiro país vítima da epidemia, tendo, infelizmente, infecções e mortes confirmadas em todas as suas províncias. Após, o vírus foi se espalhando pelo mundo

Casos de coronavírus no Brasil

Nesta quinta-feira (25), as secretarias estaduais de Saúde, às 12h, divulgaram os novos casos de coronavírus confirmados no território brasileiro.

De acordo com o levantamento, no momento, 2.281 pessoas foram diagnosticadas com o novo coronavírus (Sars-Cov-2), com 47 pessoas indo a óbito por causa das complicações da doença. Em São Paulo e no Rio de Janeiro, 40 pessoas faleceram por conta da infecção. O Amazonas divulgou o primeiro caso de morte devido ao Covid-19.

Ainda na manhã desta quarta-feira, o estado do Pará chegou a sete casos confirmados, Minas Gerais registrou três novos casos, contabilizando, no total, 133 pessoas infectadas.

Na Bahia, até o momento, 84 casos foram confirmados.

Em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, a primeira morte pela doença ocorreu nesta quarta-feira (25), se tratando de uma paciente mulher com 91 anos, que estava internada na UTI.

Nesta terça-feira (24), o presidente Jair Bolsonaro realizou um pronunciamento pedindo o fim do confinamento em massa.

Não perca a nossa página no Facebook!