Os atores Johnny Depp e Amber Heard permaneceram como um casal por menos de dez anos, mas sem dúvida nenhuma, o relacionamento dos dois se tornou um dos mais tóxicos e tumultuados de Hollywood. O ex-casal encontra-se em um longo processo de separação judicial e as acusações de violência vieram de ambas as partes, o que deixou muitas pessoas sem saber exatamente onde está a verdade nesta situação.O site Cinema Blend fez uma timeline em que detalha cada etapa do relacionamento de Depp e Heard para tentar explicar este trágico relacionamento.

Onde tudo começou

Johnny Depp e Amber Heard conheceram-se no ano de 2009 no set de gravação do filme ‘Diário de Um Jornalista Bêbado’, não demorou para o par romântico das telas se transformar em um casal também na vida real.

O namoro começou após o término das filmagens.

No ano de 2013, o ator deu fim ao seu longevo relacionamento com a modelo Vanessa Paradis, mas não declarou que Heard fosse o motivo de sua separação com Paradis. Depp apareceu publicamente com a nova namorada no Annual Heaven Gala de 2014. Não demorou para que o casal anunciasse o noivado. Johnny Depp e Amber Heard casaram-se no dia 5 de fevereiro de 2015, em uma ilha nas Bahamas que pertence ao ator, os problemas começaram pouco tempo depois do inicio do matrimônio.

Durante a gravação de um dos filmes da franquia "Piratas do Caribe", o ator teria saído de uma discussão com a esposa com mão ferida. Em março de 2015, Depp quebrou objetos como garrafas e um espelho e outra vez teve ferimentos nas mãos em uma briga com a esposa.

Divórcio

No dia 23 de maio de 2016, Amber Heard deu entrada no processo de divórcio, após um ano e três meses do casamento com Johnny Depp. Na ocasião, a atriz alegou “diferenças irreconciliáveis”. Ela também apresentou uma ordem de restrição contra o então marido, Heard apresentou como prova das agressões uma foto em que ela aparecia machucada, desta maneira, ela conseguiu a ordem.

Trato

Porém, a ordem de restrição contra o eterno Jack Sparrow foi desconsiderada a pedido da própria atriz poucos dias antes da audiência judicial. Eles então fizeram um acordo em agosto de 2016, Depp desembolsou a quantia de sete milhões de dólares para Amber. A atriz então fez uma doação para Hospital Infantil de Los Angeles e uma organização de caridade.

História de um casamento

No início de 2017, foi finalizado oficialmente o divórcio dos astros de Hollywood. Ainda em 2017, a intérprete de Mera da franquia "Aquaman" teve um breve relacionamento com o bilionário Elon Musk. Tudo parecia ter voltado ao normal até que um artigo escrito por Heard foi publicado pelo The New York Times. No artigo, a atriz relatava suas experiências com abuso emocional e físico. Mesmo sem citar o nome do ex-marido, o público começou a vilanizar o ator.

Em março de 2019 o ator processou a ex-esposa por difamação, ele pediu a quantia de cinquenta milhões de dólares de indenização. Os advogados do astro alegaram que todas as acusações que foram feitas no artigo da atriz eram “categoricamente falsas”, e ainda afirmaram que a verdadeira agressora era Amber Heard.

Contra recurso

Em abril de 2019, a atriz pediu na Justiça para que o processo movido por Johnny Depp fosse desconsiderado. Ela afirmou que o ator praticou violência contra ela em diversas ocasiões durante o tempo em que estiveram casados. No mês seguinte, os advogados de Depp rebateram as acusações de Heard e novamente afirmaram que a atriz era quem era a agressora e que ela teria usado maquiagem para simular cicatrizes.

Atualmente

A briga na justiça entre Johnny Depp e Amber Heard continua até os dias atuais, a situação ficou ainda mais complicada no início de 2020 quando foi revelada uma gravação de áudio de uma sessão de terapia do casal, na gravação os dois atores reconheceram que tinham “problemas de violência” e a atriz confessou que agrediu o marido.

O processo de difamação movido por Depp tem uma próxima audiência prevista para o dia 3 de agosto de 2020.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Cinema
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!