Felipe Prior, ex-participante do "Big Brother Brasil 20" vem enfrentando graves acusações após deixar o programa. De acordo com o site UOL, o arquiteto foi denunciado por abuso e tentativa de abuso por três mulheres durante jogos universitários. Os supostos crimes teriam ocorrido em momentos distintos, nos anos de 2014, 2016 e 2018. A Interfau, comissão organizadora do evento estudantil, chegou a emitir uma nota afirmando que, de fato, Felipe Prior havia sido banido do evento após denúncias de comportamento inoportuno. Porém, uma ata da Interfau de 2019, divulgada nesta sexta-feira (10) pelo jornalista Erlan Bastos, citou o episódio de expulsão de Felipe Prior ocorrido em 2018.

As informações apresentadas na ata contrariam a versão do suposto abuso ocorrido na ocasião.

Prior não teria sido comunicado de suposto assédio

Ainda de acordo com informações da Revista IstoÉ, as informações constantes na referida ata da Interfau, colocariam em xeque a versão de um suposto abuso, já que não apresentaria com clareza a veracidade dos fatos. Na ata, consta a informação de que não estaria claro o motivo de Prior ter sido considerado assediador, e pergunta, ainda, se a comissão deveria avisar aos punidos pela comissão. Na última sexta-feira (10), Bastos entrevistou a advogada Halyne Marques sobre o episódio em seu programa "Em OFF". A advogada ressaltou o fato do documento não apontar. em nenhum momento, sobre a existência de um crime de caráter sexual.

As informações da ata deixariam claro que Felipe Prior seria apenas "considerado" assediador, porém, não teriam provas que comprovassem que, de fato, os supostos abusos aconteceram. Halyane Marques também chama atenção para outra informação presente no documento. A ata deixaria claro que Prior, e os demais banidos do evento, não teriam sido comunicados acerca dos supostos assédios, pois questionam no documento se deveriam avisá-los.

O arquiteto tem enfrentado o peso das acusações do lado de fora do reality, chegando a ter convites cancelados devido à repercussão negativa do caso.

Prior é ignorado em reportagem do 'Fantástico'

Segundo ao site UOL, Felipe Prior teria sido ignorado pela equipe do "Fantástico" após as denúncias de abuso recebidas fora do "BBB20".

O arquiteto chegou a gravar uma matéria à jornalista Ana Carolina Raimundi, que iria ao ar no próximo domingo (12). No perfil oficial do programa no Instagram, Prior foi cortado da chamada. O "Fantástico" exibirá vídeos de ex-BBBs sobre o isolamento social após o confinamento. De acordo com o site UOL, mesmo com o material gravado, Felipe Prior foi cortado da atração.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!