Após uma matéria em homenagem à atriz Letícia Sabatella, que é declaradamente de esquerda, ter sido supostamente censurada na TV Brasil no último sábado (25), algumas famosas protestaram a respeito da situação através de suas redes sociais. A homenagem iria ao ar no programa "Relembrar é TV".

Contudo, a produção não foi transmitida pela emissora, e no lugar da homenagem que seria feita a Sabatella a TV Brasil resolveu exibir um especial sobre Agildo Ribeiro. A atitude da emissora gerou represálias nas redes sociais entre Famosos.

Colunista dá detalhes

De acordo com o que foi divulgado pelo colunista Ancelmo Gois, do jornal O Globo, a rede de televisão pública, que é comandada pelo governo federal, havia recebido uma ordem de que a homenagem a Sabatella deveria ser retirada da programação da emissora.

A decisão de que a homenagem não seria mais transmitida pela TV Brasil foi determinada às vésperas do dia em que seria exibida, na sexta-feira (24).

A artista é conhecida por todos pelos seus posicionamentos políticos, que são contrários ao do presidente Jair Bolsonaro, que é declaradamente de direta. A atriz claramente conhecida pelo seu posicionamento de esquerda, sempre se mostrou contrária ao governo.

O site Notícias da TV chegou até mesmo a procurar pela emissora TV Brasil e pela atriz para falar a respeito do assunto, mas não obteve nenhuma resposta de ambos em relação ao acontecido.

Entretanto, esta não foi a primeira vez que emissora foi acusada de ter censurado algum tipo de conteúdo que deveria ir ao ar. Em novembro de 2019, jornalistas do canal alegaram que foi proibido noticiar os desdobramentos do assassinato de Marielle Franco na emissora.

Através do Instagram, atrizes como Nathalia Dill e Alinne Moraes e a cantora Daniela Mercury e sua esposa, Malu Verçosa, prestaram apoio a Sabatella diante da situação de censura. A cantora declarou em sua rede social que não poderíamos entrar na escuridão, referindo-se à censura, que não deveria ser aceita.

Alinne Moraes também se mostrou revoltada com a situação e publicou em sua rede social falando que o programa que seria em homenagem à atriz na emissora havia sido censurado e removido da programação às vésperas do dia que iria ao ar.

Nathalia Dill também publicou em sua rede social seu apoio à atriz, que elogiou e ressaltou que ela sempre é responsável por denunciar abusos em nossa sociedade. Nathalia ainda relembrou uma palestra feita por Letícia na qual ela contava que estavam investigando e tentando acabar com o trabalho escravo do Brasil, e que isso aconteceu em 1990.

A atriz ainda destacou que ela em sua inocência acreditava que a escravidão havia acabado em 1888.

Ao final da mensagem, Dill agradeceu à atriz pela sua coragem.

Siga a página Famosos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!