O jornalista Ricardo Feltrin do site UOL relatou como foi o desdobramento do caso protagonizado pelo jornalista do SBT, Marcão do Povo. Marcão na manhã da última quarta-feira (8) causou polêmica ao sugerir ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) que este fizesse um campo de concentração para abrigar os idosos contaminados pelo novo coronavírus.

Primeiro Impacto

Segundo o relato de Feltrin, parecia que seria mais um dia comum na rotina do apresentador do programa "Primeiro Impacto". Marcão chegou bem cedo no SBT, de bom humor, bebeu água, realizou exercícios para os músculos da face, foi para a maquiagem, vestiu o paletó e estava pronto para a gravação.

Depois de alguns minutos com o telejornal já no ar, o apresentador começou a improvisar uma fala em que bajulava a política de governo do presidente da República. Marcão exagerou na dose, e defendeu que os idosos infectados fossem colocados em um campo de concentração.

Chumbo Grosso

Foram quase cinco minutos da espécie de desabafo ao vivo, o jornalista goiano que na verdade se chama Marcos Paulo Ribeiro de Moraes, 40 anos, usava o nome de “Chumbo Grosso”. O agora Marcão do Povo pareceu não se dar conta de sua fala absurda. Dois profissionais que estavam presentes no estúdio ficaram surpresos com o que acabara de acontecer, mas não comentaram nada. Depois de sair do ar, Marcão continuava demonstrando bom humor, ele se arrumou, retirou sua maquiagem e foi embora, ninguém do estúdio comentou com ele sobre o discurso de mal gosto que ele tinha feito.

Indignação nas redes sociais

Enquanto para Marcão parecia que estava tudo normal, a internet já estava reverberando as declarações do jornalista já no momento de sua fala. A íntegra do vídeo já podia ser vista no Twitter e causou revolta nas redes sociais. Era 10h quando José Occhiuso, diretor de Jornalismo do SBT já estava sabendo não apenas do vídeo, mas também da repercussão negativa.

Occhiuso é um veterano do jornalismo que nunca viu com bons olhos a contratação nem de Marcão do Povo e nem da contratação de Dudu Camargo, os dois foram imposições do dono do SBT, o apresentador Silvio Santos. Marcão foi contratado em 2017 para o espanto de toda a equipe de jornalismo da emissora.

Polêmica com Ludmilla

Quando chegou ao SBT, Marcão havia sido mandado embora há poucos dias da TV Record após ofender a cantora Ludmilla, ele está sendo processado, em sua defesa ele alega que foi “mal compreendido”. Porém, a Justiça até o momento não está convencida dos argumentos do jornalista.

Dudu Camargo

Um ano antes da chegada de Marcão do Povo, outra contratação polêmica já tinha desagradado aos jornalistas do SBT. A redação foi obrigada a aceitar Dudu Camargo, que na época tinha 18 anos – ele foi contratado depois de pedir emprego ao próprio Silvio Santos quando o empresário estava na porta do salão do cabeleireiro Jassa. Esta é uma prática do dono da emissora e é conhecida por todos, ele simplesmente tomas as decisões sem consultar nenhum departamento de sua emissora de Televisão.

Ainda sem se dar conta do que havia feito, às 11h Marcão estava tranquilo, mas a tensão reinava nos bastidores do SBT e também do Grupo Silvio Santos. Parecia que estava tudo correndo bem somente para o jornalista, até mesmo sua equipe estava deletando de suas redes sociais ofensas que ele vinha sofrendo no Instagram.

Diretoria

Renata Abravanel, 35 anos, recém-empossada no cargo de presidente do Grupo SS, estava diante de seu maior problema em sua gestão como executiva. Ela estava em contato com a irmã Daniela Beyruti, 43 anos, diretora do Grupo SS.

Renata e Daniela assistiram ao vídeo no Twitter, porém pediram ao SBT cópias. Elas estavam monitorando na imprensa e nas redes sociais a péssima repercussão do caso.

O próximo passo foi ligar para o pai, o empresário está confinado em casa desde que retornou das férias nos Estados Unidos, elas lhe explicaram o que havia acontecido. O dono do SBT não tinha assistido ao telejornal e não estava ciente da avalanche de críticas que seu funcionário estava recebendo nas redes sociais. Silvio Santos então resolveu telefonar para o assistente Rafael Larena.

Neste meio tempo, Fraga, Occhiuso e as filhas de Silvio Santos já defendiam o imediato afastamento do apresentador do "Primeiro Impacto". Mas, todos sabiam que não poderiam tomar esta decisão. Pois, como ele é uma indicação de Silvio Santos, somente ele poderia decidir pelo afastamento do jornalista.

Larena descreveu para o dono do SBT cada palavra que Marcão disse no vídeo, Silvio então pediu um tempo para pensar.

O assessor também leu fragmentos de comentários que foram publicados nas redes sociais e veículos de imprensa.

Tensão

A direção do SBT e do Grupo SBT ficaram aguardando a decisão do patrão até por volta das 15h, quando finalmente Silvio Santos ligou e mandou que Marcão fosse afastado. Ele afirmou que em nenhuma hipótese os jornalistas da emissora podem ser ofensivos com as pessoas e determinou a publicação de uma nota oficial. Marcão foi comunicado de sua punição por alguém da emissora, ele foi suspenso por no mínimo 15 dias. O comunicado do SBT saiu às 15h59.

Indignado

De acordo com o site UOL, a primeira reação de Marcão foi de indignação, depois ele ficou inconformado e revoltado e assumiu o papel de vítima, dizendo que estava sendo alvo de uma grande injustiça e ainda ameaçou chorar.

No final da tarde de quarta-feira ele postou uma foto em preto e branco de Clint Eastwood com a frase: "Não se preocupe com os que te odeiam. Preocupe-se com os que fingem gostar de você". A assessoria do jornalista trabalhou o dia inteiro para bloquear e deletar ofensas nas redes sociais.

Siga a página Televisão
Seguir
Siga a página Cinema
Seguir
Siga a página Silvio Santos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!