O ator Flávio Migliaccio foi encontrado morto em sua propriedade em Rio Bonito, Rio de Janeiro, nesta segunda-feira (4). O ator tinha 85 anos de idade e interpretou grandes papéis na Televisão brasileira. De acordo com a revista Quem, Sylvio Guerra, advogado de Flávio, confirmou a informação sobre sua morte. Sylvio afirmou que teria entrado em contato com Marcelo Migliaccio, filho do ator: "disse que recebeu uma ligação do caseiro dizendo que o Flavio tinha falecido. Ele está na estrada, a caminho do sítio, e ainda não sabe a causa da morte do pai".

O advogado revelou, ainda, que não teria maiores informações, pois o filho de Flávio ainda estaria a caminho do local.

Atualmente, Flávio Migliaccio está no ar com a reprise da novela "Êta Mundo Bom". A trama foi exibida originalmente no ano de 2016. O último trabalho de Flávio na TV foi durante a exibição na novela "Órfãos da Terra", onde vivia o personagem Mamede, que enfrentava alguns problemas de memória e divertia a família com suas traquinagens.

Carreira de Flávio Migliaccio

De acordo com o site Memória Globo, Flávio Migliaccio estreou no teatro interpretando o papel de um morto, colecionando elogios por sua atuação. O ator, que também era diretor, produtor, roteirista e cartunista, falou sobre o início de sua carreira em entrevista. "Quando cheguei ao Teatro de Arena, Zé Renato quis fazer um teste comigo. Fui aprovado e, todo contente, perguntei qual papel iria fazer.

Ele falou: ‘De morto’. Eu não morria em cena, não.

"Quando acendiam as luzes, eu já estava morto", disse Flávio à época. O ator revelou que teria feito o papel com tanta determinação, que não poderia dar errado. Flávio disse, ainda, que outra pessoa poderia ter desistido da profissão por um papel como esse.

O Memória Globo definiu Flávio Migliaccio como "intenso e verdadeiro", que se entregava de corpo e alma a seu ofício.

Nascido em 1934, em São Paulo, o ator era um dos precursores da televisão no Brasil, inciando em 1972, como o Xerife da série "Shazan, Xerife e Cia", já na TV Globo. De acordo com a revista Veja, a morte foi registrada pelo 35º Batalhão de Polícia Militar do estado nesta segunda-feira (4), após atender a um chamado feito pelo caseiro do sítio do artista.

Novelas

Ainda segundo a revista Veja, na TV Globo Migliaccio atuou nas novelas "Torre de Babel", "Salvador da Pátria", "Rainha da Sucata", "Perigosas Peruas", "A Próxima Vítima", "Vila Madalena", "Senhora do Destino" e "Passione", além da série "Entre Tapas e Beijos". Flávio Migliaccio é um dos nomes que ajudou a construir a história do teatro e da televisão e deixará seu legado na história da cultura brasileira.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Relacionamento
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!