Na última quinta-feira (21), o ator Bruno Gagliasso usou as suas redes sociais para fazer alguns desabafos. Através de sua conta do Twitter, o marido de Giovanna Ewbank destacou que tem sido vítima de fake news, bem como de ataques por parte de internautas.

De acordo com informações do site Metrópoles, o motivo para que isso esteja acontecendo com Bruno Gagliasso está ligado ao fato de que o ator sempre se mostrou crítico ao governo do presidente da República Jair Bolsonaro. Entretanto, as críticas de Gagliasso não começaram a acontecer somente após Bolsonaro ser eleito, mas remontam de períodos anteriores, como a disputa eleitoral de 2018.

Durante o seu desabafo, Bruno Gagliasso revelou que sentia vontade de contar para as pessoas tudo o que ele passa enquanto “essa coisa” que atualmente ocupa a presidência ainda estava se criando. Na ocasião, para ilustrar o que estava falando, o ator chegou a citar um e-mail que recebeu de uma senhora que era sua fã há anos.

No e-mail, a fã pedia para que Bruno deixasse de apoiar a pedofilia. O motivo para que o pedido tenha surgido está ligado a um boato veiculado por supostos apoiadores de Jair Bolsonaro depois que Gagliasso se mostrou contrário à sua eleição para a presidência.

Na sequência, o ator relatou mais situações que viveu devido à sua postura crítica frente ao atual governo. De acordo com ele, várias situações de abuso já ocorreram em sua vida, inclusive por parte da Polícia.

Algumas delas foram vividas ao lado de Giovanna Ewbank e de sua filha mais velha, Titi.

Bruno Gagliasso relata momento de tensão

Ao falar sobre esse assunto, Bruno destacou que o seu carro chegou a ser parado pela polícia na estrada que liga o Rio de Janeiro a Búzios, cidade localizada na Região dos Lagos.

De acordo com o ator, ele e sua família foram tratados como bandidos na ocasião.

Fornecendo mais detalhes a respeito do ocorrido, Gagliasso ainda relato que um dos agentes responsável por parar o seu carro chegou a acusá-lo de um crime, afirmando que “os lacradores” deveriam ter drogas no porta-malas do carro.

"Meu carro com a minha família foi parado pela polícia na estrada de Búzios e trataram a gente como bandido. 'Os lacradores devem estar cheios de drogas no porta-malas'', disse o ator. "Tinha brinquedo da minha filha e roupa da minha família", completou Bruno em seu relato no Twitter.

Ainda durante o seu desabafo, Bruno Gagliasso relatou uma ocasião em que usaram uma foto ao lado de um amigo seu afirmando que o rapaz era namorado dele e o casamento com Giovanna existia apenas para esconder a “pederastia”. Ao comentar sobre esse tópico específico, o ator relatou que se sentiu enojado pelo comentário.

Por fim, é possível afirmar que Bruno chegou a pedir desculpas pelo desabafo feito no Twitter e afirmo que ele foi motivado pela raiva que sentiu ao ver um veículo oficial postando notícias falsas.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!