Diante do momento em que estamos vivendo, com a atual pandemia do coronavírus, onde já vitimou e matou milhares de pessoas por todo o mundo, algumas medidas de segurança foram pedidas, para que não haja a disseminação em massa da doença, uma vez que a mesma se espalha rapidamente.

Foi decidido então que, os repórteres e equipes de filmagem da rede Globo usarão as máscaras durante as reportagens, isso porque eles já chegaram até mesmo a serem indagados por não fazerem o uso da mesma. A decisão foi anunciada por William Bonner, no "Jornal Nacional".

O âncora explicou que as máscaras anteriormente eram retiradas nas reportagens somente no momento em que os repórteres estavam em frente às câmeras, segundo ele, seria para que não existisse um ‘estranhamento do público’, mas garantiu que o restante da equipe sempre permaneceu com a máscara.

Apesar do que foi dito, ele ressalta que não deveria haver esse estranhamento, uma vez que a máscara se tornou tão necessária para a proteção de todos.

"E a gente aqui no estúdio, que é um ambiente controlado, fica sem a máscara, mas só enquanto está aqui na bancada, apresentando o jornal. Porque antes e depois é máscara o tempo todo", enfatizou o apresentador do telejornal.

Nesta terça-feira (5), foi exibida uma edição do "Bom Dia São Paulo", onde as medidas de proteção já haviam sido aderidas pela equipe, que estavam todos de máscara, tomando os devidos cuidados.

Vale lembrar que, há algumas semanas atrás, em vários episódios seguidos, a equipe de reportagem da emissora estava sendo atacada por pessoas que tentavam entrevistar ou que passavam no local no momento.

Algumas dessas pessoas perguntavam o motivo de eles estarem sem as máscaras, alegando que estavam errados.

Importância do uso das máscaras

Ainda no início do ano, a OMS (Organização Mundial da Saúde) pediu para que medidas de proteção fossem tomadas nos países. Em praticamente todos os lugares do mundo foi adotado a quarentena, que tem sido eficaz em alguns lugares.

Apesar da quarentena, ainda houve um grande índice de mortes em alguns países, como China e Itália, que ficaram no topo, com cerca de 600 mortes diárias.

Com tantas mortes e pacientes em espera por tratamento, as máscaras também foram adotadas como proteção, uma vez que a doença é transmitida no ar e também pelo toque, para isso foi estipulado o distanciamento social, de pelo menos um metro e meio de distância entre as pessoas, para que não haja disseminação.

Além disso, alguns comércios foram fechados, para evitar aglomerações e foi adotado também o uso do álcool em gel. Agora, com alguns comércios sendo reabertos, as medidas permanecem, com limite de clientes entrando, controle do fluxo de pessoas, averiguação da temperatura na porta do estabelecimento e a disponibilização do álcool quando entram.

Siga a página Televisão
Seguir
Siga a página Saúde
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!