A apresentadora Monalisa Perrone, da CNN Brasil, deu uma bronca em Caio Coppolla, depois que o bacharel em direito fez um comentário em "O Grande Debate", quadro de debates promovido pela emissora. Na edição da última terça-feira (11), quando estava sendo discutido o vídeo da reunião ministerial realizada no dia 22 de abril deveria ser liberado pela Justiça, Caio rebateu uma afirmação feita pelo advogado Augusto de Arruda Botelho, seu colega de quadro, pedindo que ele o deixasse “fora de sua laia”.

Caio Coppolla afirmou não ser “garantista” e diz que não faria o que o advogado faz “nem por todo o dinheiro do mundo”.

Por fim, ele disse ser um homem que segue a lei, isso fazendo menção ao fato de Augusto ser advogado criminalista.

Após o comentário de seu colega, Botelho se sentiu ofendido e logo protestou. Monalisa Perrone, por sua vez, também decidiu comentar a fala de Coppolla dizendo que “uma coisa tem que ficar muito clara”. A jornalista cita, então, a fala onde Caio diz não ser da “laia” do advogado e diz que a mesma “não pode ser proferida”.

Em seguida, ela diz para Coppolla que os três precisam ter o compromisso de cultivar o respeito um pelo outro. E mais, ela ainda relembra que já havia falado isso para seus companheiros no primeiro debate, e finaliza dizendo que a profissão que casa um tem “não interessa”. “E o debate está colocado”, finalizou Monalisa Perrone.

Depois do programa, Augusto de Arruda Botelho publicou uma frase em seu Twitter, onde escreveu: “viva a advocacia, viva a advocacia criminal, viva o Estado Democrático de Direito”. E mais, ele finaliza pedindo uma “Justiça mais justa e humana”. Por fim, entre parênteses, ele ainda afirmou que “algumas coisas estavam engasgadas”.

Debates

No programa “O Grande Debate”, Caio Coppolla e Augusto Botelho, considerados comentaristas com visões diferentes, vivem debatendo sobre diversos assuntos, principalmente, sobre os que envolvem o atual presidente da república, Jair Bolsonaro.

Inclusive, na semana passada, os dois já haviam realizado um debate acalorado, que precisou ser interrompido por Monalisa. Na ocasião, Botelho e Coppolla falam sobre o possível lockdown na grande São Paulo.

Ao falar sobre o assunto, o advogado defendeu a iniciativa e usou como argumento os leitos lotados da cidade devido aos pacientes da Covid-19. Coppolla por sua vez rebateu o comentário de Botelho e afirmou que ele logo será contratado pelo governo do estado de São Paulo.

Caio disse que os argumentos do advogado “são tão populistas” que ele imagina que “em breve” ele seja contratado pelos gabinetes do governador ou do prefeito da cidade. Além disso, Coppolla também relembrou que no dia anterior o advogado já tinha se gabado de ter soltado acusados da Operação Lava Jato.

Siga a página Famosos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!