O ator Miguel Falabella foi dispensado pela Rede Globo após 38 anos na emissora. De acordo com informações do Notícias da TV, o ator foi comunicado que seu contrato não seria renovado na última quinta-feira (4). A demissão de Miguel Falabella integra o corte de gastos que a emissora carioca tem realizado devido à pandemia do novo coronavírus. Isso porque, devido à pandemia, as receitas publicitárias da emissora têm reduzido cerca de 30%. O contrato de Falabella era válido até o final de 2020, porém, a rescisão acabou sendo antecipada pela Globo.

A informação sobre o desligamento de Miguel Falabella da Globo foi noticiada pela colunista Patrícia Kogut, do jornal O Globo, e, em seguida, confirmada pelo Notícias da TV, que também afirma que a demissão do ator e diretor se deu por causa de seu alto salário e baixa produção nos últimos anos.

Miguel Falabella comenta saída da emissora

Nesta sexta-feira (5), Miguel Falabella falou sobre seu desligamento da Rede Globo em uma publicação em seu perfil oficial do Instagram. Na publicação, anexando uma foto da época em que fechou contrato com a Globo, Falabella ressaltou que era aquele o rosto que tinha quando assinou seu primeiro contrato com a emissora, e afirma que, “nesses quase quarenta anos”, foi “muito feliz e muito bem tratado”.

O ator diz ainda que seguir novos caminhos, não significa que ele irá abandonar tudo que conquistou em sua carreira. Falabella afirma que diante de sua trajetória na emissora, ele só guarda lembranças boas. “Só tenho sorrisos”, escreveu ele, se dizendo cheio de gratidão por todos que estiveram ao seu lado nesta jornada.

Além disso, o ator ainda agradeceu ao público que viu algo nele, que ele afirma que nem ele mesmo via. “Obrigado”, escreveu.

Por fim, Miguel Falabella afirmou que tinha pensado em fazer um vídeo para comunicar seu desligamento da Globo, porém, afirma: “nessas horas a gente fica com o coração mole”. Para finalizar, Falabella ainda menciona uma fala de Drummond: “amanhã eu recomeço”.

Carreira na Globo

Miguel Falabella fechou seu primeiro contrato de trabalho com a Rede Globo em 1982. Em 1983, ele atuou em sua primeira novela na emissora, “Sol de Verão”, e depois disso não parou mais. Em 1986, Miguel atuou em “Selva de Pedra” e, em 1984, em “Amor com Amor se Paga”. Além disso, Falabella também atuou como apresentador do extinto programa “Vídeo Show”, durante 15 anos, entre os anos de 1987 e 2001.

Como diretor, o último projeto de Miguel Falabella na emissora aconteceu em 2019, quando dirigiu pelo Grupo Globo o “Eu, Minha Avó e a Boi”. Vale lembrar que, no ano passado, o ator já havia afirmado que pretendia sair da Globo para “ter mais liberdade”.

Siga a página Novelas
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!