Em entrevista ao quadro "Cada um no Seu Banheiro", do canal da apresentadora Sabrina Sato no YouTube, a atriz Deborah Secco falou sobre relações sexuais e maternidade. A convidada de Sabrina Sato relatou que no início de seu relacionamento com Hugo Moura, seu atual marido - o casal tem uma filha, Maria Flor, que está com 4 anos – eles tinham por volta de dez relações sexuais por dia.

Diminuição

A apresentadora, e agora youtuber, Sabrina Sato questionou sua convidada sobre a diminuição da frequência com que a atriz mantinha relações sexuais com o marido depois da filha do casal. A atriz então confirmou que isto realmente aconteceu, mas com a ressalva de que ela engravidou com dois meses de namoro, então eles se relacionavam sexualmente dez vezes por dia, era um momento em que eles só mantinham relações sexuais.

Depois eles começaram a alternar os momentos íntimos com atividades como cozinhar, ver um filme, mas antes disso, eles simplesmente tinham relações sexuais.

Deborah Secco relatou ainda, que mesmo durante a gravidez, mantinha relações sexuais com seu marido, porém um pouco menos por medo, pois estava no início da gestação, mas no final da gravidez: “deu uma animada master", disse ela.

Perda do desejo

A atriz contou que não perdeu o desejo por seu marido, mas o casal não tem mais tanto tempo de passarem mais momentos juntos. Ela relatou que acontecem situações como, por exemplo, estar no elevador, ou sair para trabalhar e sentir muito desejo.

Maternidade

Deborah Secco afirmou que uma vantagem da quarentena é que ela pode estar mais perto de sua filha.

A atriz contou que Maria Flor sente muita saudade da mãe. A artista contou que sua filha disse que não quer que a mãe pare de trabalhar, de fazer o que ama, mas que Deborah passe mais tempo com ela. Deborah então contou que isto faz com que seu coração se despedace, e que mesmo quando está gravando, ela tenta colocar a filha para dormir e também levá-la para a escola.

A atriz também contou sobre um momento difícil em que ela se sentiu mal por não estar tão presente na vida de Maria Flor, isto ocorreu pouco antes da quarentena. Segundo seu relato, elas sentaram na cama e estavam vendo fotos de quando ela era menor, uma das fotos era da atriz com a filha em uma casa de boneca, a menina então começou a chorar e disse que tinha saudade do tempo em que a mãe brincava com ela, quando ela era sua amiga, e neste momento, Deborah Secco relatou que começou a chorar.

Críticas

A artista foi ao Twitter rebater as críticas que tem recebido sobre a entrevista que concedeu à Sabrina Sato na tarde de quinta-feira (2). Muitas as pessoas a criticaram por seu relato de que se relacionava com o marido por volta de dez vezes por dia no início de seu namoro e também durante o período da gravidez da filha do casal.

A resposta às críticas sobre suas declarações veio de forma irônica. Ela relatou que em 2020 as pessoas ainda acham um absurdo falar sobre relações sexuais, e questionou se essas pessoas nasceram de um processo de fotossíntese de seus pais.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Fofocas
Seguir
Siga a página Mulher
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!