Foi determinado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) a condenação do empresário Lírio Parisotto por ter agredido sua ex-mulher, a modelo Luiza Brunet.

A decisão com a condenação do empresário foi publicada nesta última terça-feira (15) e se tornou um motivo de comemoração para a modelo, que esperava, há algum tempo, pela determinação da Justiça em relação ao caso de violência que sofreu de seu ex-marido.

A modelo comemorou, alegando que foi para ela uma luta muito difícil e longa conquistar isso, mas que não iria desistir de seus diretos.

Luiza Brunet se comove após decisão da Justiça

A modelo deu uma declaração ao site Notícias da TV, quando aproveitou para parabenizar a Justiça pela decisão favorável ao seu caso e ainda pontuou que espera que este caso vivido por ela sirva como um exemplo para outras mulheres que passem pela mesma situação.

A atriz se mostrou muito comovida com o que viu nos últimos anos em sua vida a respeito de mulheres que aguardam pela definição dos seus processos.

Luiza ainda destacou que muitas mulheres se veem sem esperança e acabam adoecendo, não conseguindo seguir em frente em seus processos contra os agressores.

Ela então faz questão de mostrar que, por isso, sente muito orgulho de ter conseguido seguir em frente e que também com sua declaração gostaria de se dirigir às mulheres que esperam ainda por decisões da Justiça, para que não desistam dos casos e não joguem a toalha diante das dificuldades.

Relembre o caso de agressão de Luiza Brunet

A situação com a modelo ocorreu em 2016, quando ela acusou Lírio de agressão. O caso de Luiza aconteceu em Nova York, nos Estados Unidos.

Durante uma briga com seu ex-marido, a modelo acabou tendo quatro costelas quebradas.

No ano seguinte ao fato, o empresário foi condenado pelo Tribunal de Justiça de São Paulo. Contudo, diante da decisão, o mesmo recorreu, e acabou perdendo de novo em segunda instância, em 2019.

Foi apresentado novamente pelo empresário um recurso ao STJ, que novamente avaliou o caso em questão e agora, confirmou, nesta última terça-feira (15), a condenação de Lírio pelo crime cometido contra a modelo em 2016.

De acordo com o advogado da modelo, Pedro Egberto da Fonseca Neto, o STJ declarou que Lírio havia de fato praticado o crime contra Luiza e que este tipo de atitude é considerada como sendo repugnante.

O Notícias da TV chegou a entrar em contato com a defesa do empresário, mas não quiserem se manifestar até o momento a respeito da decisão da Justiça.

Nas redes sociais, a modelo ainda afirmou que o empresário pode até mesmo insistir nos recursos, mas que a agressão contra mulher é crime e merece ser punido a altura por isso.

Siga a página Famosos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!