Nesta quinta-feira (3), a Netflix anunciou o projeto de transformar a vida e carreira do tricampeão mundial de Fórmula 1 Ayrton Senna (1960-1994),em uma série ficcional. Segundo a Netflix, o projeto contará com oito episódios e está previsto para estrear em 2022.

Netflix na pressão

Contudo, antes mesmo do anúncio da série e do projeto sair do papel, o assunto gerou polêmica e controvérsias devido à pressão para escolha do ator que interpretará o piloto e também como será o processo para escalar as pessoas reais que fizeram parte da vida de Ayrton

Um nome que, sem dúvida nenhuma, fará parte desta polêmica atende por Adriane Galisteu.

Nunca foi segredo de que a família de Senna não aprovava o relacionamento do piloto com a apresentadora.

A imprensa especializada e muitos fãs sempre recordam da situação constrangedora quando Adriane Galisteu foi barrada no velório de Ayrton, fato esse que gerou grande polêmica na época.

Diante desse fato, está nas mãos da família de Senna decidir se a apresentadora será incluída na história e ser mencionada na série ou não, já que a mesma possui total poder de escolha sobre a narrativa do piloto.

Xuxa, Alain Prost e Nigel Mansell

Alguns nomes devem fazer da produção que será falada em inglês e português. Entre eles, os pilotos de Fórmula 1 e principais rivais de Senna, como Alain Prost e Nigel Mansell.

A apresentadora Xuxa, que manteve um relacionamento sob os holofotes com o piloto nos anos 80, também deverá ser mencionada na série.

Chay Suede está sendo cogitado por muitos fãs nas redes sociais para interpretar o papel do tricampeão de Fórmula 1, já que no teatro, Ayrton Senna foi vivido pelo ator Hugo Bonemer.

Netflix: alcance global

De acordo com um comunicado distribuído pela Netflix, a irmã do piloto, Viviane Senna, falou sobre o projeto e disse que família Senna está empenhada em poder contar a história de vida do Ayrton que poucos conhecem. "Ninguém melhor do que a Netfllix, que tem um alcance global...", afirmou Viviane Senna sobre a parceria do projeto com a empresa.

Sobre a história

A história da série vai mostrar momentos e passagens ainda desconhecidas pelo público, dramas pessoais, casos de superação e dos bastidores da trajetória dele como piloto. A série começa a ser contada no início dos anos 80, quando Senna decide se arriscar e sair de São Paulo, ainda muito jovem, para competir na Fórmula Ford 1600.

A diretora de produções originais e internacionais da Netflix no Brasil, Maria Angela de Jesus, declarou que se sente honrada em poder levar para todos os fãs a inspiradora trajetória de Ayrton Senna, onde quer que eles estejam. Segundo Maria Angela, é um orgulho poder levar um novo olhar sobre o "homem por trás do piloto".

Ayrton Senna sofreu um acidente durante o GP de San Marino, em Ímola, na Itália, no ano de 1994, acidente esse que tirou sua vida.

Siga a página Televisão
Seguir
Siga a página Seriados
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!