As #enchentes que ocorreram recentemente na região nordeste do país deixaram mais de 50 mil desabrigados. Além dos problemas imediatos enfrentados pelas pessoas atingidas, existe ainda o perigo dessas mesmas pessoas contraírem #Doenças causadas por esses alagamentos.

Tais doenças são transmitidas, principalmente, pelo contato com a água ou lama das enchentes e pela ingestão de alimentos e água contaminados.

Por que esta contaminação ocorre?

O Brasil possui ainda uma cobertura deficiente de coleta e transporte de esgotos, sendo a região nordeste uma das que apresentam os menores índices de atendimento, ficando atrás apenas da região norte.

Publicidade
Publicidade

Este fato pode ser constatado pelos dados do SNIS ( Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento). No ano de 2015, em seu “Diagnóstico dos Serviços de Água e Esgoto”, o SNIS mostrou que a região nordeste contava com índice de atendimento de coleta de esgotos de apenas 24,7%. Para facilitar a comparação, a região norte contava com 8,7% e a região sudeste, que apresentou os melhores índices, contava com 77,2% de atendimento. A média do país ficou em 50,3%.

Assim, quando ocorrem enchentes, as águas que invadem as ruas e casas das cidades estão, em grande parte, contaminadas com esgotos que não passaram por nenhum tipo de tratamento. Com isso, tem-se o aumento na transmissão de doenças.

Dentre as principais doenças relacionadas às enchentes, encontram-se:

Leptospirose

Transmitida principalmente pela urina de ratos, a leptospirose penetra pela pele e mucosas (olhos, nariz, boca) das pessoas.

Publicidade

Seus principais sintomas são: febre, dor de cabeça, dor muscular, náuseas e diarreias. Além destes sintomas, pode ocorrer o surgimento de icterícia (olhos amarelados), que é um indicativo dos casos mais graves da doença.

Cólera

A cólera é transmitida por água e alimentos contaminados. Essa doença é causada por uma bactéria capaz de produzir um tipo de toxina que causa diarreia intensa.

Hepatite A e B

Transmitida por meio de água e alimentos contaminados, assim como de uma pessoa para outra, são causadas por vírus que ataca o fígado. Seus principais sintomas são febre, dor abdominal, náuseas, olhos amarelados, urina escura e fezes esbranquiçadas.

Febre Tifoide

A febre tifoide é causada por uma bactéria e sua principal forma de transmissão se dá por meio da ingestão de alimentos e água contaminados, podendo, entretanto, ser transmitida também pelo contato com pessoas infectadas. Seus principais sintomas são febre, dores de cabeça e, pelo corpo, náusea, fadiga, perda de apetite e mudança no transito intestinal, com diarreia ou constipação.

Publicidade

Se não for tratada, pode causar confusão mental progressiva.

Doenças transmitidas por mosquitos

Além das doenças relacionadas acima, com a água parada acumulada em vários lugares após as enchentes, tem-se a proliferação acentuada de mosquitos, dentre os quais se destaca o Aedes aegypti, transmissor de dengue, chikungunya e do vírus da zika.

Como se prevenir das doenças causadas por enchentes

É muito importante evitar o contato com a água ou a lama das enchentes. Entretanto, se o contato for necessário, devem ser usadas botas e luvas de borracha.

Toda a água e alimentos que tiverem entrado em contato com a enchente devem ser descartados.

Também é importante lavar e desinfetar todos os objetos que tiverem tido contato com a enchente, além de esvaziar qualquer recipiente que contenha água acumulada.