Um #Crime bárbaro, apenas pelo prazer de matar e ver o sofrimento do outro, aconteceu na cidade de São Carlos, interior de São Paulo e intrigou até mesmo os policiais mais experientes. 

Infelizmente um #motoboy de 38 anos que estava apenas trabalhando recebeu a sua sentença de morte e foi brutalmente assassinado por dois homens na noite da última segunda-feira (22). Saibam mais aqui.

De acordo com o portal de notícias G1, o motoboy que trabalhava em uma lanchonete, saiu para fazer uma entrega e foi assassinado com requintes de crueldade. Os assassinos foram presos.

Motoboy foi assassinado covardemente

Segundo a Polícia Militar, o motoboy trabalhava em uma lanchonete que oferece o serviço de delivery.

Publicidade
Publicidade

O homem foi designado a fazer uma entrega na noite de segunda-feira, na rua Valdemar Nutti e não retornou ao estabelecimento.

A demora em retornar chamou a atenção dos colegas que acionaram a PM. Uma equipe da polícia começou a refazer o trajeto das entregas tentando localizar o motoboy.

Dois homens mataram o motoboy a pauladas

 A polícia chegou até o primeiro endereço onde o homem fez a entrega e nada que levantassem suspeitas foi localizado. Então partiram para o segundo endereço onde o motoboy deixaria os lanches.

Quando chegaram no segundo imóvel, notaram o comportamento estranho de dois homens que estavam na calçada que havia sido lavada a pouco tempo, porém ainda existia marcas de sangue no local.

Ainda segundo a polícia, a princípio os homens disseram que estavam na calçada aguardando a entrega do lanche, mas depois de algumas perguntas, caíram em contradição e confessaram o crime.

Publicidade

Assassinato cruel

Um dos homens contou a polícia que deu várias pauladas no motoboy e logo depois levaram a vítima até uma casa na mesma rua. Os policiais foram até o imóvel e encontraram as paredes cobertas de sangue, o corpo do motoboy foi localizado dentro do banheiro, com uma faca cravada em uma das pernas.

Os assassinos disseram que iriam esquartejar a vítima e queimar o corpo, mas que não havia dado tempo de desmembrar o corpo e de comprar a gasolina. 

O Sargento da PM, Mauricio Ferraz, informou que eles confessaram o crime sem demonstrar nenhum arrependimento. Eles contaram que chegaram a São Carlos há pouco tempo e que não conheciam o motoboy.

Os criminosos foram presos em flagrante e encaminhados para o Centro de Triagem de São Carlos.

Estamos vivendo o tempo em que os perversos definem o momento de sua morte. A certeza a impunidade encoraja os criminosos. #Casos de polícia