Dois dias após a filha de 19 anos tirar a própria vida durante uma live no Instagram [VIDEO], os pais da estudante universitária, Bruna Andressa Borges, a ex-sargento da Polícia Militar, Claudineia Borges, de 49 anos e o subtenente Márcio Brito, de 45 anos, foram encontrados sem vida na garagem de sua casa, localizada no município de Rio Branco, no Acre, na tarde desta última sexta-feira, 28 de julho.

Entenda o caso

Os corpos dos pais da universitária Bruna Borges, que transmitiu ao vivo seu suicídio para cerca de 300 seguidores via rede social, foram encontrados na tarde de ontem, por volta das 14h dentro da garagem da casa da família.

Publicidade
Publicidade

A polícia local foi acionada e se dirigiu à propriedade, após receber uma ligação partida de um parente do casal, que ao se deparar com os corpos já sem vida, ligou imediatamente para a central de informações da polícia. Segundo informações passadas pelo oficial, Josemar Portes, atual Secretário Adjunto da Polícia Civil de Rio Branco, não foram encontradas evidências de que o casal tenha sido vitimado por uma terceira pessoa. Sendo assim, a polícia investiga a possibilidade de que um dos dois possam ter atirado contra o outro e em seguida disparado contra o próprio corpo, tirando também sua vida.

O secretário Josemar Portes destaca que as investigações estão em sendo realizadas e quem em breve obterão um desfecho para o caso. Indagado sobre as evidências encontradas, o policial civil acredita que as mortes se deram através de um duplo suicídio, arquitetado por eles para acontecer na mesma residência onde, na última quarta-feira, 26, a filha se enforcou.

Publicidade

Ainda nesta sexta-feira, 28, um inquérito foi aberto para arrecadar provas que justifiquem a morte do casal de oficiais encontrados na garagem da própria casa, situada em um bairro tranquilo da capital do Acre. Segundo informações passadas pelos policiais civis envolvidos na ação, o casal deixou algumas cartas espalhadas pela casa, porém o conteúdo ainda não pode ser divulgado, devido à análise dos fatos. De acordo com os vizinhos da família, bem como as autoridades locais, Márcio e Claudinéia já haviam sido interrogados após a morte da filha.

De acordo com os investigadores que colheram os depoimentos dos pais da jovem, ambos estavam visivelmente abalados e por diversas vezes durante o interrogatório, demonstraram estar bastante emocionados.

Parte da família, que havia estado presente no enterro de Bruna, se encontra retornando para Rio Branco para acompanharem o cortejo do casal, que acontece no início da tarde deste sábado, 29. #pais menina suicidou #casal Acre encontrado morto