Dores no abdômen não são tão inofensivas como muitas pessoas pensam, ou seja, nem sempre é apenas um mal-estar passageiro ou algo que a pessoa comeu, e não caiu bem. A dor abdominal é um alerta. Muitos órgãos estão concentrados nessa região e alguns #Sintomas podem ser decorrentes de doenças no sistema digestivo, renal e até ginecológicos, de acordo com informações do especialista do Hospital Oswaldo Cruz, Dr. Elesiário Marques Caetano Jr.

É importante observar a frequência com que a dor surge e a sua evolução. O histórico familiar também é importante e deve ser levado em consideração.

Segundo o especialista, é importante que o paciente conheça bem as reações de seu corpo para poder identificar quando as dores são atípicas (fora do comum), incômodas e frequentes.

Publicidade
Publicidade

Se você sente dores abdominais seguidos pelos 7 sintomas considerados como um alerta, é importante buscar ajuda médica imediata.

Sintomas alarmantes

Barriga dura ou inchada - Pode ser desde apenas um excesso de comida até - no caso do sintoma perdurar por alguns dias - um bloqueio na passagem do alimento para o sistema intestinal  ou um quadro inflamatório que precisa ser analisado por um especialista.

Diarreia - Dor no abdômen seguido de diarreia pode indicar uma intoxicação alimentar. Nesse caso, é importante o acompanhamento médico para identificar qual é a bactéria ou fungo causador. No entanto, se for acompanhada por dores agudas (muito fortes), pode ser um sinal de inflamação no intestino, principalmente se nas fezes aparecerem sangue ou muco. #Doença de Crohn e colite ulcerativa, geralmente, apresentam esses sintomas.

Publicidade

Diminuição do apetite e perda de peso - Esse é um dos sintomas mais perigosos, quando acompanhado de dores abdominais. Além das inflamações e infecções intestinais, a perda de peso pode estar ligada a tumores

Dores prolongadas (por vários dias) - Normalmente indica inflamações no intestino que podem afetar o sistema digestivo (colites, por exemplo) ou cálculos renais (pedras nos rins).  

Febre - É um indicativo certo de infecção intestinal provocada por vírus ou bactérias. Em alguns casos são constatadas doenças graves com necessidade de cirurgia.

Náuseas e vômitos - Pode indicar apendicite, inflamações no pâncreas (pancreatite) e pedras nos rins (cálculos renais), que são inflamações que influenciam na trajetória do bolo alimentar, travando o aparelho digestivo, obrigando o corpo a eliminar o que foi ingerido de outra forma que não seja por meio das fezes.

Sensibilidade ao tocar a região abdominal - Esse sintoma pode indicar uma diversidade de problemas bem sérios. Isso porque a região abdominal apresenta várias ramificações nervosas correspondentes à concentração de órgãos presentes na região, e a dor generalizada é a primeira reação do corpo.

Publicidade

Quando a dor é direcionada, sendo possível identificar qual o órgão afetado, geralmente o paciente se encontra em um estado de enfermidade mais avançado.

É de extrema importância que ao identificar alguns desses sintomas, o paciente busque ajuda médica o mais rápido possível. Jamais utilize medicações sem indicação de um especialista. Segundo o Dr Caetano Jr, ingerir remédios por conta própria pode mascarar e esconder sintomas que apontam uma doença grave. #Saúde