Em 5 de novembro de 1975, o então lenhador Travis Walton e cinco colegas protagonizaram um dos casos ufológicos mais emblemáticos da história.

Naquele ano, quando foram à Floresta Nacional Apache-Sitgreaves, a poucos quilômetros de Phoenix, Arizona (#EUA), para cortar árvores, avistaram um sinistro objeto voador não identificado (ovni/UFO). O episódio marcaria a vida de todos para sempre.

Ao se aproximarem da área, observaram uma clareira entre as árvores. Pensando se tratar de incêndio foram até o local com objetivo de apagar o fogo. Contudo, ficaram paralisados de medo ao perceberem um enorme ovni.

Enquanto todos queriam fugir para longe do UFO, Travis Walton, curioso com o episódio, saiu do carro e foi em direção ao objeto.

Publicidade
Publicidade

Nesse momento, os cinco homens se apavoraram quando viram Walton ser atingido por um feixe de luz emitido pelo UFO. Assustados, ligaram o carro e fugiram da cena, deixando Travis a mercê da própria sorte.

Para resumir a história, Walton desapareceu por cinco dias, enquanto a polícia e a população procuraram por ele em todos os lugares.

Sem acharem o corpo, as autoridades acusaram os lenhadores de assassinarem Travis, até que em uma noite chuvosa ele reapareceu próximo a um posto de gasolina.

Na época, a vítima disse ter sido abduzida por alienígenas. Devido a enorme repercussão do acontecimento, o caso virou um livro e posteriormente um filme hollywoodiano chamado Fogo no Céu (1993).

Porém, 41 anos depois do ocorrido, um novo “detalhe” veio à tona: Travis não foi abduzido, mas ressuscitado pelos alienígenas.

Publicidade

Nova versão de um velho fato

Em entrevista ao ufólogo JP Robinson, durante conferência sobre vida extraterrestre, Walton confessou que quando estava prestes a voltar para o veículo foi atingido pelo feixe de luz, que o arremessou a vários metros de distância. Essa cena também foi presenciada pelos colegas.

Contudo, ao contrário do que todos imaginavam, inclusive Travis, que durante décadas pensou ser abduzido, os alienígenas o mataram quando ele parou embaixo do UFO no momento em que a nave se preparava para sair do local.

Conforme Walton revelou ao pesquisador, o raio ceifou sua vida no instante em que o atingiu. Devido a isso, os alienígenas o levaram para dentro da nave e em cinco dias o ressuscitaram.

Após reanimarem o lenhador, deixaram ele numa região próxima de onde tudo aconteceu.

Embora policiais envolvidos nas buscas de Travis ainda dizem acreditar que ele se escondeu com objetivo de atrair atenção e ganhar dinheiro, os colegas, quando investigados por suspeita de homicídio contaram a mesma história, além de obterem êxito ao serem submetidos ao detector de mentiras.

Porém, talvez nem o próprio Travis Walton saiba exatamente o que aconteceu a ele.

Abaixo, veja uma reportagem do programa Fantástico (Globo) de 1977.

#Bizarro #Curiosidades