Envelhecer e ver o cabelo perder a cor, o brilho e a vitalidade é inevitável. O surgimento dos primeiros fios brancos é inesquecível para a maioria das pessoas por menos vaidosa que seja.

Para muita gente, notar que de um dia para o outro os fios começaram a ganhar tons acinzentados é um verdadeiro pesadelo e proporciona duas opções: ignorar o clareamento inevitável dos fios ou arrancá-los imediatamente após o surgimento.

Não resistindo ao surgimento dos primeiros cabelos brancos, muitas pessoas o arrancam, mesmo temendo que a famosa crença de que caso um seja arrancado, outros dois nascerão no mesmo lugar.

Visando esclarecer e desmistificar o boato de que automaticamente após extrair um fio branco, diversos outros surgirão próximo de onde aquele foi arrancado, o cientista cosmético Randy Schueller explicou o que de fato acontece quando se arranca cabelos brancos.

Publicidade
Publicidade

De acordo com o cientista, ''a princípio, puxar um fio de cabelo branco não traz nenhum dano imediato às pessoas que desejam se ver livres dos mesmos, mas fica o alerta: isso a longo prazo não faz muito bem.''

Explicando, embora a extração do fio branco traga uma sensação de alívio temporário ao aspecto daquele espaço, em breve, voltará a ser ocupado por outro fio, da mesma cor que o anterior. O cientista cosmético alerta: ''O folículo, que nada mais é do um pequeno tubo localizado abaixo do couro cabelo, responsável por produzir e sustentar os fios em nossas cabeças, ainda continuará vivo após arrancarmos o fio que o mesmo 'gerou' e o fato dele continuar vivo, fará com que o mesmo, como em uma espécie de produção e cadeia, produza outro fio para substituir aquele que foi puxado para fora.''

Indagado sobre o fato de arrancar o cabelo e no lugar no mesmo ou em suas proximidades nascerem ainda mais, o cientista afirma e explica categoricamente: ''Essa história é um mito completo passado de geração pra geração e se trata de uma teoria totalmente sem fundamento, isso porque o que você faz de dano ou benefício para um folículo não afeta os folículos vizinhos.’’

Ainda se referindo a extração dos fios brancos, Schueller conclui: ''Se você arrancar um fio branco e ser uma pessoa de sorte, quando o novo fio de cabelo se formar naquele folículo, ele pode ser de uma tonalidade um pouco menos branca que o antecessor extraído.

Publicidade

Isso se dá porque a melanogênese, que nada mais é do que o processo pelo qual os diversos folículos dão pigmentação as cores, não é totalmente consistente.'' #arrancar cabelo branco #puxar cabelo branco #o que acontece arrancar cabelo branco