A série original da #Netflix "Orange Is The New Black" puxa muitos assuntos sobre os problemas raciais que o mundo todo vive, mas nesta quarta temporada, os diretores pegaram mais pesado e trouxeram algo da realidade para a ficção: uma morte nunca esperada aconteceu e causou muita revolta nos admiradores da trama.

#poussey, até então uma detenta apaixonada, que cativava a todos por ser sonhadora e bondosa, teve uma reviravolta no final da quarta temporada, foi morta acidentalmente por um dos guardas, durante uma possível rebelião no refeitório da prisão. Sua morte, cotada por muitos como ''desnecessária" ou "maldosa", teve um significado muito grande na verdade, ela relatou um caso real que aconteceu em 2014 com Eric Garner, que foi morto no meio da rua de forma muito parecida parecida.

Publicidade
Publicidade

Em entrevista, Samira falou sobre o motivo que Jenji Kohan [criadora da série] colocou o guarda mais bonzinho para a "acidental" morte de Poussey: “Se tem uma coisa que Jenji e os roteiristas fazem bem, e fizeram particularmente bem desta vez, é mostrar o quão complicado tudo é, é mostrar que às vezes pessoas más fazem coisas boas e pessoas boas fazem coisas más. Não é necessariamente preto e branco”. E também falou sobre a reação das pessoas com a morte da personagem: “É uma morte absurda, mas não foi uma decisão descuidada por parte da série. Ela ecoa muitas mortes que acontecerem no ano passado como Eric Garner, Mike Brown [ambos mortos por policiais]. Isso acontece na vida real. Sinto que a raiva de muitas pessoas é direcionada à série. Eu quero que as pessoas fiquem chateadas, mas quero que elas fiquem chateadas pelo fato de isso acontecer na vida real”.

Publicidade

Caso Eric Garner

O caso aconteceu no dia 17 de julho de 2014 em Staten Island, Nova Iorque, quando policiais desconfiaram que Eric vendia cigarros sem selos e licença. Os policiais o jogaram no chão e, para tentar impedi-lo de se mexer, "acidentalmente" o estrangularam. Eric repetia inúmeras vezes que não conseguia respirar. Após perceberem que Eric havia perdido a consciência, os policiais o viraram de lado para melhorar o fluxo de respiração e chamaram a ambulância, mas era tarde demais.

Infelizmente, Poussey nunca mais vai voltar, mas ficou ai uma forma de mostrar a realidade que os roteiristas trouxeram muito bem. #oitnb