#Kim Kardashian, de 36 anos, é uma das celebridades mais famosas e também mais fotografadas de todo o mundo. Porém, a beldade morena é, muitas vezes, acusada de manipular as fotos que aparecem na imprensa e nas suas redes sociais. Com milhões de seguidores na mídia social, Kim compartilha várias fotos do seu corpo perfeito. No entanto, na imprensa surgiram fotos recentemente em que a beldade não aparecia assim tão perfeita, mostrando mesmo muita celulite, que poderia ser o resultado de algumas de suas intervenções estéticas.

Por essa razão, o jornal Mirror apresenta agora as várias mudanças no visual de Kim Kardashian, pelos últimos anos, que provam que a morena tem mexido muito no seu corpo.

Publicidade
Publicidade

Mas, será que foi tudo #Cirurgia plástica? Fique com a lista dos principais rumores na transformação de Kim Kardashian, que é um ícone de #Beleza.

O famoso bumbum de Kim Kardashian

A estrela de televisão americana há muito tempo que nega ter implantes no famoso bumbum. Apesar de ela ter feito mesmo um raio-X durante o reality show 'Keeping Up With The Kardashians', provando não ter implantes, ela nem assim conseguiu silenciaros críticos, que continuam insistindo que ela poderia ter feito injeções de gordura nas nádegas, explicando assim o aumento do bumbum. "É possível que ela tenha transferido gordura de áreas menos desejáveis, como a cintura ou o estômago, e colocá-lo em suas nádegas e quadris para criar um quadro mais curvo", explicou um especialista, em declarações para o jornal Mirror.

Publicidade

Este procedimento cirúrgico poderia custar entre vinte e trinta mil reais.

Cirurgia no nariz

Em tempos, a beldade assumiu que o seu nariz era sua maior insegurança. No entanto, ela sempre negou ter feito uma rinoplastia nele. "As pessoas pensam que eu mexi no meu nariz. Eu costumava odiar esse traço no meu nariz, odiava isso, agora eu amo que isso me faça parecer mais étnica", revelou a morena, em 2016, em declarações citadas pelo jornal Mirror.

Kim justifica as diferenças com a maquiagem que agora faz, mas o especialista de cirurgia plástica acredita que ela "provavelmente" fez mesmo uma rinoplastia no septo, o que deixaria uma cicatriz mínima, com um tempo de recuperação de umas seis semanas. O custo estimado desta cirurgia seria entre os 25 e os 40 mil reais.

O aumento dos seios

As fotos mais antigas de Kim Kardashian mostram que ela nem sempre teve este corpo tão volumoso, como hoje ostenta.

Publicidade

De acordo com o especialista contatado pelo jornal Mirror, a morena fez um "aumento natural do peito", durante as temporadas 1 e 4 do reality show familiar, KUWTK. Após o nascimento do segundo filho, há 16 meses, Kim teria retocado novamente o seu peito.

Alegadamente, ela teria gastado centenas de milhares de reais para ajustar suas imperfeições em uma tentativa de salvar seu casamento com Kanye West. De acordo com uma fonte, ela estava "obcecada pelo corpo perfeito" e teria levantado os seios, com ajuda de novos implantes. Portanto, teriam sido pelo menos duas as intervenções no peito e cada uma teria custado entre 24 e os 40 mil reais.

Llipoaspiração nos quadris e na cintura:

Depois de ter ganhado 23 quilos na gravidez da filha North West, Kim recusou-se a sair em público até que ela recuperasse seu corpo pós-bebê, e se especulou que ela tivesse usado esse tempo para fazer cirurgia plástica, no caso, uma lipoaspiração, de acordo com o cirurgião que falou com o Mirror. Kim teria feito a lipo, para ficar com a fiugura de ampulheta perfeita, aumentando sua diferença entre sua cintura minúscula e os quadris largos.

Observando pela evolução do tempo, a cintura de Kim parece cada vez menor e os quadris e nádegas cada vez maiores, o que poderia ser o resultado de uma transferência de gordura. Um procedimento como este poderia custar até 60 mil reais, dependendo das áreas tratadas.

Linha de cabelo

Kim Kardashian estaria fazendo a remoção de pêlos com laser, na linha do cabelo, o que permite evitar aqueles cabelinhos bebês. Cada sessão custa entre 1000 a 1500 reais e ela faria isso a cada duas ou quatro semanas.