A morte de uma criança de um ano de dois meses chamou a atenção da população de Belo Horizonte nesta terça-feira (3). O menino estava aos cuidados de uma babá, de 46 anos, quando se afogou em uma banheira e veio a óbito. A tragédia aconteceu no bairro Buritis, região oeste da capital mineira.

Segundo depoimento da babá, que cuidava do menino desde que ele tinha 5 dias de vida, o acidente ocorreu por volta de 12h, no apartamento da família.

Ela contou que estava sozinha cuidando do menino e que ele estava brincando dentro de um chiqueirinho na sala, mas que a mãe da criança enviou uma mensagem falando para que ela deixasse o filho solto.

Ainda de acordo com a babá, ela teria se ausentado por cinco minutos, indo fazer o almoço do menino na cozinha e, quando voltou, não encontrou mais a criança brincando na sala. Ela teria saído pela casa procurando a criança e só a encontrou quando entrou no banheiro que fica no quarto do menino.

A mulher contou que a porta do quarto estava fechada, mas que isso é normal por causa do vento que às vezes é forte e bate as portas do apartamento. A babá disse que encontrou o menino com a cabeça submersa em um bojo, espécie de banheira, que se encontrava no banheiro. O restante do corpo da vítima estava para fora do objeto.

Ainda de acordo com a babá, geralmente a banheira ficava sem água, mas naquela manhã, a mãe do menino havia dado banho nele e esquecido de jogar a água fora, deixando o objeto com água pela metade.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

Socorro à criança

A senhora disse que tentou reanimar o menino quando verificou que ele estava inconsciente, mas que não teve sucesso. Em seguida, ela pediu ajuda a um vizinho da família que também tentou fazer com que o menino reagisse enquanto chamava o socorro médico e a Polícia.

Policias que fizeram o atendimento à criança tentaram reanimá-la, mas também não tiveram sucesso. Uma ambulância da Unidade de Suporte Avançado (USA) esteve no local e os profissionais fizeram todas as manobras necessárias para salvar a vida do menino, mas só puderam constatar o óbito, liberando-o para o IML (Instituto Médico Legal).

A babá, que se encontrava desesperada durante todo o socorro à criança, foi levada para a delegacia e prestou depoimento na noite desta terça-feira. Ela foi ouvida pelos investigadores da Delegacia de Plantão do Bairro Alípio de Melo e liberada a seguir.

A morte do menino está sendo investigada pela 4ª Delegacia de Polícia Civil do Barreiro. Os pais da criança ficaram muito abalados com a morte e não tiveram condições de prestar depoimento nesta terça-feira.

Eles serão ouvidos posteriormente.bo

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo