Já mostramos aqui neste portal de notícias diversos casos de crimes cometidos por menores que ganharam grande repercussão no país. A maioria da população se revolta com esse tipo de acontecimento porque muitos desses infratores acabam não sendo responsabilizados pelos crimes ou não sendo penalizados de forma satisfatória, como seria para um maior de idade que cometesse o mesmo delito.

Garoto de 13 anos comete crime contra mulher embriagada e revolta populares

A Polícia Militar do município de Medeiros Neto, na Bahia, apreendeu, neste último domingo (17), o jovem de apenas 13 anos, acusado de ter estuprado uma mulher de 51 anos, residente no bairro Aparecida.

A polícia informou que o menor, já tem diversas passagens pela delegacia, onde foi apresentado por crimes de roubo, além de ter sido autuado algumas vezes por tráfico ilícito de drogas.

A polícia também informou que desta vez, o jovem foi conduzido até a delegacia na companhia de um membro do conselho tutelar do município, onde foi atendido pelo delegado Júlio César Telles, responsável pela 8ª COORPIN.

Mulher de 51 anos sofreu agressores antes de ser violentada

A vítima, uma mulher de 51 anos, que não teve o nome divulgado, foi encaminhada ao Hospital Municipal de Medeiro Neto, onde passou por alguns exames. Ela teve um dos braços faturado e precisou passar por tratamento médico especializado.

O jovem acusado pelo crime concedeu entrevista a um jornal da região e negou que teria estuprado a vítima, porém afirmou que, de fato, a agrediu, quando a empurrou no chão quebrando um dos braços da vítima.

Porém, ao ficar de frente com o delegado, o jovem mudou a versão contada ao jornal local, onde acabou confessando a autoria do estupro e contou detalhes do ocorrido. “Eu estava juntamente com a vítima, seu esposo e seu pai adotivo dentro de sua residência, quando o esposo e o pai dela saíram eu fiquei a sós com ela. Neste momento eu percebi que ela estava bêbada, aproveitei a situação e a levei para o quarto, e cometi o crime."

“Confesso que a estuprei porque eu estava com vontade.

Quando terminei, a empurrei sobre o chão, o que acabou resultando na quebra de seu braço”, concluiu.

Jovem órfão vivia sozinho sem auxílio da família

Questionado sobre seus familiares, o jovem afirmou que seu pai reside no município de Caravelas, na Bahia, e que sua mãe teria morrido a alguns anos atrás. Ele ainda contou que sofre com o vício da maconha desde os seus 9 anos de idade, quando teve o primeiro contato com o mundo da criminalidade.

Siga a página Política
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!