A nova geração, em sua maioria, está cada vez mais familiarizada com as tecnologias e as crianças parecem estar mais espertas e amigas dos aparelhos celulares. Por sua vez, um caso curioso envolveu o pequeno Pietro, de 2 anos de idade, que deixou sua, mãe Viviane Souza, em uma situação incômoda ao fazer uma transmissão em tempo real de quando ela tomava banho.

Viviane, como de costume, deixou o celular com o filho para que brincasse e se distraísse enquanto tomava banho. Tudo estava normal. Ela chegou a pensar que Pietro estaria tirando fotos, mas, quando observou bem detalhadamente, percebeu que se tratava de uma transmissão ao vivo.

No exato momento, suas amigas fizeram ligações e mandaram mensagem para informar o que estava acontecendo. Após isso, ela conseguiu cancelar a transmissão que seu espertinho filho estava fazendo.

Viviane relatou como foi o acontecido. “Eu estava falando com as minhas amigas e, ao mesmo tempo, tentando desligar a transmissão. O meu celular começou a travar. Eu não sabia se chorava ou se saía correndo. Então, consegui parar, mas não tive coragem de ver o vídeo porque estava com vergonha de mim mesma”, afirmou.

Ela contou com a sorte. Apesar de se estarem uma época em que ocorre a rápida disseminação de informação, apenas oito pessoas acompanharam a transmissão ao vivo, segundo suas amigas.

Cuidados

Esse fato serve como alerta principalmente para os pais.

Claro que um bebê de apenas 2 anos iniciar uma transmissão ao vivo pode ser algo extremamente raro de acontecer, mas cabe tomar algumas precauções quando o celular estiver com as crianças para que não tenham consequências embaraçosas. Veja alguns cuidados a serem tomados:

*Desligar a internet do aparelho

*Sempre que possível olhar o que os filhos estão fazendo

*Colocar senhas nas redes sociais

Geração Celular

Fazemos parte dessa geração, cuja maioria virou dependente de um aparelho celular.

Seja para o trabalho, marcar compromissos, conversar, interagir com pessoas. Enfim, o smartphone tem muitas vantagens para todos, mas é preciso tomar cuidado para que não ocorra o que aconteceu com Viviane, além de outros problemas.

Os aparelhos eletrônicos, por mais que seja vantajoso, se transformam em vício. O uso em excesso pode atrapalhar o tempo com a família.

Além disso, o uso do celular já foi considerado a segunda maior causa de acidentes no trânsito no Brasil. Então, cabe a sociedade a conscientização para que esse aparelho não venha atrapalhar a vida das pessoas.

Siga a página Curiosidades
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!