Foi em São Vicente, no litoral do estado de São Paulo, que um casal de turistas acabou encontrando uma câmera escondida que estava dentro do quarto do apartamento que havia alugado. Assustados com toda a situação, agora eles se sentem totalmente violados por conta da intimidade registrada pelo dispositivo.

Segundo o que os jovens contaram, eles chegaram a manter relações íntimas diante da câmera escondida e a maior preocupação deles agora é que as imagens eram transmitidas ou serão publicadas na internet. O aparelho que transmitia as imagens em tempo real para o dono do imóvel ficava ligado o tempo todo.

Agora, o caso está sendo investigado pela polícia.

Um pesadelo na vida real

Os jovens que foram vítimas das filmagens secretas são uma arquiteta de 28 anos e um analista de sistemas de 27 anos, que moram na região do ABC paulista. Eles estavam apenas aproveitando suas férias na Ilha Porchat quando, de repente, descobriram que havia uma luz piscando atrás de um espelho. Foi então que eles encontraram a câmera.

Assustados com a situação, os jovens logo tiraram o equipamento do local e o desligaram. Alguns momentos depois, o dono do imóvel ligou para eles para perguntar se estava acontecendo algo de errado.

Neste momento, eles falaram com o proprietário sobre a câmera e ele explicou que se tratava de um tipo de medida de segurança, que, por sinal, havia sido mencionado no site de reservas.

Para a polícia, o casal contou que não havia nada disso na descrição das condições de aluguel do apartamento.

Intimidade e privacidade violada

Depois que tudo aconteceu, o jovem casal deu entrevista para o portal de notícias G1 e se mostrou estar muito chocado com tudo o que havia acontecido. De acordo com o que o analista de sistemas contou, a viagem havia sido muito bem programada.

Porém, tudo se transformou em uma terrível decepção. Ainda afirmou que, além de assustados, agora estão muito constrangidos com toda a situação.

O analista de sistemas ainda mencionou a sua frustração com o fato de não saberem o que teria sido filmado de fato pela câmera e como está preocupado com a situação psicológica de sua noiva, que se encontra muito fragilizada.

Para o G1, a noiva contou que nunca imaginaria que um dia passaria por algo assim, pois é uma pessoa reservada e agora está traumatizada, aterrorizada e não consegue nem pegar no sono por causa da ansiedade que sente em relação ao resultado das investigações.

A tranquilidade que não tem preço

A câmera que filmou a intimidade do casal foi apreendida pela polícia, mas o dono do imóvel não foi encontrado. Inclusive, todos seus números de telefones foram bloqueados.

Para aliviar um pouco a dor do casal, a empresa de hospedagens Airbnb decidiu ressarcir o valor gasto por eles nas diárias pagas no Condomínio Edifícios Blue Moon e BlueSky. Eles pagaram R$ 922,37 pelos quatro dias que os jovens ficaram no apartamento e ainda baniram o anfitrião da plataforma assim que tiveram conhecimento do ocorrido.

Não perca a nossa página no Facebook!