Banhistas da praia da Macumba, na zona oeste do Rio, encontraram nesta segunda-feira (07), conforme informações do Corpo de Bombeiros, o corpo de Marcelo Francisco Maciel, de 37 anos. Ele e sua namorada, Jaqueline Amorim de Souza, de 38 anos, tinham ido no fim da praia da Macumba, onde ficam as pedras da praia do Secreto, para tirarem fotos no domingo (06). Infelizmente, uma forte onda teria surpreendido o casal e eles acabaram morrendo afogados. O corpo de Jaqueline também já foi encontrado.

Os familiares do casal foram até o local, mas não quiserem falar com a imprensa. Todos estavam muito abalados. O corpo de Marcelo foi removido apenas na madrugada desta terça (08).

Publicidade

Local cheio de rochas

Chamado de praia do Secreto, o local possui muitas rochas e é considerado uma piscina natural. As águas do mar são cercadas pelas pedras e promovem um ambiente delicioso para passar momentos de tranquilidade com uma ótima visão da paisagem.

Não existem faixas de areia e, portanto, é um pouco perigoso, ainda mais quando cai a noite.

Muitos cariocas e turistas já colocam esse local como um dos requisitados para visitarem. Para se chegar até as rochas, é necessário passar por uma trilha que liga as praias da Macumba e da Prainha.

É uma descida íngreme de 15 minutos até chegar ao paraíso dessa piscina natural.

Entretanto, alguns avisos são dados ao visitantes. Quando a maré sobe, tem que se ter cuidado, pois as ondas do mar cobrem as pedras e a piscina natural acaba ficando inexistente. A praia é citada como uma ótima opção de passeio para os turistas sendo apresentada em várias revistas de turismo.

Embora seja um lugar lindo, o perigo é eminente. O local, por ser pequeno e de difícil acesso, não possui salva-vidas. Contudo, uma placa avisa sobre o perigo de afogamento. No entanto, até o momento, não foram constatadas outras mortes nesse lugar.

Publicidade

Foto fatal

Muitas pessoas acabam se arriscando buscando uma foto diferente e, ao mesmo tempo, perigosa. Conforme um estudo do Journal of Family Medicine and Primary Care, cerca de 259 pessoas acabaram morrendo em várias localidades do mundo, desde 2011, ao tentarem tirar uma selfie arriscada.

Foi o que aconteceu com o casal Marcelo e Jaqueline. O mar estava muito agitado. Os pertences deles encontrados foram chinelos, capacetes e documentos. O casal acabou deixando duas filhas: uma de 19 anos e outra de nove meses.

Jaqueline, administradora de condomínio, morava no mesmo prédio que Marcelo, que era porteiro.