Anúncio
Anúncio

Um homem, suspeito de matar uma jovem de 21 anos na tarde desta segunda-feira (7) na cidade de Itajubá (MG), foi reconhecido por populares por meio de imagens que circulam nas redes sociais. Indignados com o crime, tentaram linchar o suspeito.

Após a divulgação das imagens, moradores da cidade foram até o endereço do homem de 30 anos, que foi retirado à força de sua casa e levado a um pasto a cerca de 1 km. Lá, eles pretendiam linchar o suspeito [VIDEO].

A Polícia Militar foi acionada e frustrou a tentativa de linchamento.

O homem foi conduzido à delegacia e preso pela Polícia Civil que o levou para o Hospital Escola, de Itajubá.

Advertisement

A polícia informou que o suspeito é viciado em drogas.

Não há informações quanto ao estado físico do homem, que teve sua identidade preservada.

Materiais genéticos do preso foram coletados para análise. Segundo a Polícia Civil, ainda é cedo para afirmar que foi ele mesmo quem matou a moça.

A vítima será sepultada [VIDEO] hoje no município de Piranguçu, cidade próxima a Itajubá.

O assassinato da jovem

Natália Gonçalves, de 21 anos, foi encontrada em um loteamento próximo ao Bairro Rebourgeon, em Itajubá (MG), na tarde desta segunda-feira (7), ainda com vida, mas muito ferida devido às várias facadas. Segundo a Polícia Militar, foram mais de 10 golpes em pontos diferentes do corpo.

Encaminhada ao hospital municipal, a vítima não resistiu e veio a óbito, tão logo deu entrada.

O comando do Corpo de Bombeiros, Eduardo Simões, informou que transeuntes que passavam pelo local encontraram o corpo de Natália momentos depois do crime.

Advertisement

Exame pericial constatou que a jovem morreu em decorrência de mais de 10 golpes de facas.

A irmã da vítima relatou à polícia que o pai delas havia discutido com um homem e o mesmo foi visto nas redondezas momentos antes da irmã ser encontrada esfaqueada.

Diante da informação, a polícia foi até a residência do homem. Conduzido à delegacia, prestou esclarecimentos e logo foi liberado, pois negou a autoria do crime.

Conforme o informado pelo capitão da Polícia Militar, Julio Alves, a vítima não apresentava sinais de violência sexual e a causa da morte ainda é desconhecida.

O crime abalou a cidade de Itajubá, que tem uma população de pouco mais de 90 mil habitantes, o assunto tomou conta das redes sociais do município. Todos pedem justiça.

Muitos internautas lamentaram que os populares não conseguiram linchar o suspeito e que a Polícia Militar não deveria impedi-los.