Nesta última quinta-feira (14), um caso de violência no interior de um supermercado no Rio de Janeiro se tornou notícia e mobilizou uma legião de brasileiros nas redes sociais. A agressão de um segurança de um hipermercado contra um jovem de 19 anos de idade acabou com a morte do rapaz.

Jovem morre após 'gravata' de segurança

Pedro Gonzaga morreu após levar um golpe conhecido como "gravata" de um segurança que prestava serviço em uma unidade do supermercado Extra na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro.

A vítima chegou a ser socorrida e encaminhada para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, com um quadro de parada cardiorrespiratória, mas não resistiu.

Em um vídeo que circula nas rede sociais, é possível ver um segurança do supermercado Extra imobilizando o rapaz no interior da loja.

A ação, que foi filmada por populares que se encontravam no local, mostra nitidamente a ação do segurança, bem como o mesmo aplicando uma gravata no jovem e permanecendo junto ao mesmo por um longo período.

Em uma das cenas da gravação, o jovem aparentemente está desacordado e ao fundo é possível ouvir algumas testemunhas alertando os seguranças que o rapaz se encontrava sufocado e até mesmo roxo.

Com populares pedindo que o segurança soltasse o rapaz, a Polícia e o Corpo de Bombeiro foram acionados e ao chegarem no local, o mesmo foi socorrido e encaminhado para receber atendimento emergencial.

De acordo com informações passadas pela corporação que atendeu o chamado, Pedro Gonzaga deu entrada no hospital por volta das 14h e lá chegou a ser reanimado pela equipe médica, porém durante o atendimento ele sofreu outras duas paradas cardiorrespiratórias, indo a óbito às 15h10.

Extra lamenta ocorrido

Após o episódio, a rede Extra de hipermercados lamentou a morte do jovem e afirmou repudiar atos de violência. O comunicado da rede afirma ainda que a atitude do segurança ocorreu após uma tentativa de furto da arma de um dos seguranças da unidade.

A fim de esclarecer o ocorrido, bem como contribuir para as investigações do caso, a empresa já abriu um boletim de ocorrência.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!