Um incêndio atingiu nesta sexta-feira (8) o CT do Flamengo, em Vargem Grande, zona oeste do Rio de Janeiro, deixando 1‎0 mortos e três feridos.

Três sobreviventes da tragédia contaram como sobreviveram ao incêndio que destruiu o alojamento onde estavam os jovens de 14 a 17 anos. O fogo começou por volta das 5h e foi controlado às 6h pelos homens do Corpo de Bombeiros.

Natural de Londrina, no Paraná, Pablo Ruan, de 16 anos, escapou do incêndio ao contar com a ajuda de um amigo. O jovem amigo o acordou e eles pularam a janela do alojamento.

Publicidade

Pablo chegou ao Flamengo há cinco meses, em setembro, vindo da Portuguesa Londrinense.

Ryan Matheus, de 15 anos, foi outro que escapou do incêndio. A história do jogador é surpreendente. Ele discutiu com a mãe, Daniele, porque queria ir dormir em casa, mas ela queria que ele dormisse no alojamento. Ryan ficou sabendo que não haveria treino na manhã de sexta-feira, após mensagem enviada pelo supervisor da base.

A mãe estava preocupada de ele sair à noite sozinho, mas o jovem contrariou o que pediu sua mãe e foi dormir em casa.

Acordou com o celular entupido de mensagens e muita gente perguntando se ele estava bem.

O terceiro jovem que sobreviveu à tragédia foi Samuel Barbosa, de 16 anos. O jovem natural do Piauí acordou com a fumaça tomando conta do ambiente e correu. Antes de deixar o local, ele ainda conseguiu acordar outro colega, que está no hospital. O pai de Samuel, Washington Luiz, afirma que o filho não consegue falar nada e só chora. O jovem está no Flamengo há sete anos. Circula pelas redes sociais um áudio desesperado do jogador, contando tudo o que vivenciou nos momentos de terror dentro do CT rubro-negro.

Publicidade

Mortos e feridos no incêndio

Dez mortes foram confirmadas e três estão internados. Francisco Diogo Bento Alves, de 15 anos, e Cauan Emanuel Gomes Nunes, de 14 anos, estão hospitalizados no Hospital Vitória, na Barra da Tijuca. Eles ficarão em observação no Centro de Tratamento e Terapia Intensiva (CTI) por 24 horas. Provavelmente eles terão alta na tarde deste sábado.

Caso diferente de Jonathan Cruz Ventura, de 15 anos, que está internado em estado crítico, com 35% do corpo queimado. Ele foi transferido para o Hospital Municipal Pedro II, em Santa Cruz, que é referência no atendimento de queimados.

As vítimas fatais entre os jogadores são: Arthur Vinicius, Athila Paixão, Bernardo Pisetta, Christian Esmério, Gedson Santos, Jorge Eduardo, Pablo Henrique, Rykelmo de Souza Viana, Samuel Thomas e Vitor Isaías.