Marcelo de Carvalho utilizou as redes sociais para fazer críticas ao jornalismo da Globo. As críticas tiveram foco na cobertura do governo do presidente Jair Bolsonaro. O dono da Rede TV! fez uma comparação a respeito dos noticiários e apontou que a emissora carioca estaria fazendo uma "campanha suja" contra o presidente.

O empresário Marcelo de Carvalho é apoiador de Bolsonaro. Ele estaria insatisfeito com o modo que a Globo transmite as notícias a respeito do presidente, o que motivou que ele fizesse críticas em sua rede social.

Publicidade
Publicidade

Segundo sua avaliação, Marcelo havia comparado chamadas de matérias com o mesmo conteúdo de vários sites.

Em outro momento ele questiona o tempo de espaço que é dedicado para divulgação de uma pesquisa a respeito da impopularidade do governo de Bolsonaro. Em dado momento o sócio da RedeTV! acusou o Ibope (Instituto Brasileiro de Opinião Publica e Estatística) de afirmar em 2018 que o então candidato Bolsonaro não teria chances de ganhar no segundo turno. Ele conclui que, os dados de pesquisas realizados pela Ibope não deveriam ser divulgados pois podem gerar má interpretação.

Mauricio Stycer explica chamadas diferentes

O colunista Mauricio Stycer explicou ao empresário que trata-se de chamadas diferente porque são de pesquisas diferentes, uma foi realizada pelo Ibope para a notícia do site G1, da Globo, e a outra foi realizada pelo Real Time Big Data, na notícia do site R7.

Publicidade

Porém, mesmo com os esforços de Stycer, Marcelo insistiu que institutos como o Ibope que erraram nas pesquisas das eleições de 2018 deveriam passar a ser proibidos de divulgar qualquer tipo de pesquisa e precisariam procurar soluções para os seus problemas considerados técnicos. Marcelo foi questionado se não divulgaria os dados de audiência da RedeTV! e se eram falsos os dados a respeito do programa "Encrenca". Ele explicou que não se referia a este Ibope, que é realizado pela Ibope Media, e sim a respeito do instituto de pesquisas.

Não é novidade o apoio de Marcelo de Carvalho ao atual presidente. Em 2018 ele já havia expressado a respeito quando questionou que a pauta do programa Amor & Sexo que indagaria o, na época, candidato Bolsonaro e sua candidatura. As declarações dadas por ele na época foram para o empresário Luciano Hang, dono da varejista Havan, em uma conversa que foi transmitida através do Facebook. Em outras ocasiões ele já havia demonstrado que considera o presidente um amigo, seguido de inúmeros elogios, e relembrou que o atual presidente frequentava a emissora de Carvalho desde 2010, onde concedeu entrevistas para o programa de Luciana Gimenez, e que ele deu espaço para ele na Televisão antes que ele se tornasse candidato à presidência da República.

Publicidade

Leia tudo