Uma câmera de segurança em uma rua em Guarujá, no litoral de São Paulo, podem vir a ajudar a Polícia Civil na investigação da identidade de uma pessoa que abandonou um bebê dentro de uma bolsa no último domingo (24).

O recém-nascido em questão foi deixado em uma calçada e um vídeo obtido através das câmeras de monitoramento mostram o exato momento em que a ação ocorreu.

Estima-se que a criança tenha quinze dias de vida. Ela foi encontrada enrolada em uma manta por moradores do local. Juntamente com ela, o responsável pelo abandono deixou um bilhete no qual falava a respeito de cuidados. Entre os pontos contidos no bilhete, estava o fato de que o bebê já toma leite morno e uma súplica para que quem a encontrasse cuidasse dela com carinho.

No momento em que a criança foi encontrada, o Conselho Tutelar e a Polícia Civil foram contactados.

No momento, o recém-nascido se encontra em uma casa de acolhimento, localizada no bairro Santa Rosa. As tentativas investigativas da polícia se dão no sentido de encontrar a o responsável pelo bebê, conforme elucidou o conselheiro Waltene Isidoro.

O vídeo utilizado para a investigação mostra uma pessoa se aproximando da residência onde a criança foi abandonada. O sujeito usava uma camiseta branca e ficou alguns segundos parado em frente à casa. Posteriormente, ele saiu de bicicleta na direção oposta a que a câmera estava posicionada. Também foi apurado, através do contato com os moradores da rua, que duas mulheres que residem na região estavam grávidas.

Por meio dessas informações das filmagens obtidas, a Polícia Civil espera conseguir solucionar o caso que, inicialmente, foi registrado na Delegacia Sede de Guarujá e, posteriormente, transferido aos cuidados da equipe da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM).

O resgate mudou a rotina dos responsáveis pelo patrulhamento do bairro

Leandro Januário e Caroline Borges, dois soldados da Polícia Militar responsáveis pelo patrulhamento do bairro, foram imediatamente acionados quando os habitantes perceberam que havia uma criança abandonada ali.

Ao chegarem à residência na qual a criança foi deixada, encontraram-na com os vizinhos responsáveis pelo socorro. O recém-nascido foi encontrado pela própria moradora da casa que aparece nas filmagens, que a levou para dentro ao perceber que o seu choro era decorrência da fome.

Na ocasião do resgate a criança vestia um macacão e estava enrolada em uma manta.

Além disso, foi possível encontrar um esparadrapo em um dos seus pés, o que aponta para um teste do pezinho feito recentemente, e parte do cordão umbilical, o que ressalta que ele ainda não havia cicatrizado completamente.

Uma vez que o bebê recebeu alguns cuidados, ele foi levado pela polícia ao Pronto Socorro Infantil de Vicente de Carvalho, um distrito de Guarujá, e passou por atendimento para atestar o seu estado de saúde. Posteriormente, a criança foi encaminhada para a Delegacia Sede, onde recebeu o nome de Caroline em homenagem à policial responsável pelo patrulhamento da região.

A criança se encontra sob a custódia do Conselho Tutelar e foi registrado um boletim de ocorrência referente ao seu abandono.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!