Cinco homens suspeitos de estuprar a própria sobrinha encontram-se presos e virão a responder por estupro vulnerável. O sexto acusado foi detido nesta sexta-feira, dia 8. Com apenas 17 anos de idade, a adolescente – a qual preferiu não ter o nome revelado – foi estuprada pelos seus tios durante dez anos de sua vida. A jovem morava com a mãe e os tios – que são irmãos de seu pai – em casas separadas, porém na mesma fazenda, no município do Crato, na Região do Cariri do estado do Ceará.

A jovem relatou para a Polícia que começou a sofrer os abusos sexuais após a morte de seu pai, quando tinha apenas sete anos de idade.

A mãe da moça só teve consciência do fato no ano de 2016, porém, segundo a mulher, ela não procurou a polícia por medo do que poderia vir a acontecer depois. Segundo as descobertas dos policiais, a denúncia foi realizada pela jovem – anonimamente - no final do ano de 2018, e, após a investigação do caso foram expedidos seis mandados de prisão pela justiça.

De acordo com a polícia, os cinco acusados por abusar sexualmente da mesma vítima foram presos na manhã dessa última sexta feira, dia primeiro de março de 2019, enquanto o sexto acusado fora preso após se apresentar por vontade própria e, como possuía um mandado de prisão em aberto, foi preso.

O último acusado de estuprar da própria sobrinha por dez anos consecutivos foi ouvido na manhã desta sexta feira e levado para a realização de exames no Instituto Médico Legal (IML), sendo, em seguida, direcionado à Cadeia Pública do Crato, local onde também estão os outros cinco suspeitos de abusar da própria sobrinha.

Além disso, de acordo com as palavras da delegada Kamila Brito, todos os criminosos responderão por estupro vulnerável. Os seis homens responsáveis por abusar sexualmente da sobrinha não tiveram fotos nem nomes divulgados para preservar e não denegrir a imagem da vítima. A adolescente passa por acompanhamento psicológico para poder tratar o trauma sofrido durante os dez longos anos de sua vida.

Estupro de mulheres no Brasil

O estupro de mulheres no Brasil é um assunto muito importante, porém pouco abordado na sociedade atual. Por ano, cinquenta mil mulheres são estupradas no país, visto que há mulheres de diversas idades – incluindo crianças e bebês – que são vítimas deste crime. De acordo com pesquisas, é possível descobrir, através de analises de DNA feitos por laboratórios especializados na área, não só se o suspeito foi responsável pelo estupro do qual é acusado como também se já veio a cometer outros crimes.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!